sábado, 3 de setembro de 2011

NOTÍCIAS DA SEMANA - CRIMES

09.09.2011
- Suspeito de mortes participa de reconstituição do caso Oscar Freire
Reprodução simulada começou por volta das 14h30 em São Paulo.
Lucas Rosseti, suspeito de matar analista e modelo, está presente.

A Polícia Técnico-Científica de São Paulo começou por volta das 14h30 desta sexta-feira (9) a reconstituição do crime da Rua Oscar Freire, na capital paulista, segundo a Polícia Civil. Lucas Rosseti, de 21 anos, preso por suspeita de matar a facadas o analista de sistemas Eugênio Bozola, de 52 anos, e o modelo Murilo Rezende, 21 anos, participar da reprodução simulada que está sendo feita no local do crime por peritos do Instituto de Criminalística (IC), segundo seus advogados. Bozola e Rezende foram encontrados mortos no dia 23 de agosto, dentro de um apartamento dos Jardins.

De acordo com o delegado Maurício Guimarães Soares, da Divisão de Homicídios do Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP), que apura o caso, a perícia vai reproduzir duas versões: a do suspeito e a da investigação policial.

“Lucas vai contar a versão dele. Vamos fazer com base nas informações versão simulada e cruzar com informações coletadas e provas técnicas periciais para tentar saber se há alguma mentira na versão do Lucas”, disse Soares ao G1. O Ministério Público, que acompanha o caso, também deverá estar no local com a Polícia Civil.

Na versão de Rosseti, ele alega que matou Bozola para se defender. Em seu depoimento à polícia, o jovem contou que ele e o modelo foram dopados pelo analista. Quando acordou, ele afirmou ter visto Bozola esfaquear Rezende. Em seguida, disse que entrou em luta corporal com o analista, tomou a faca dele e o feriu para se defender. O motivo do crime não foi citado por Rosseti.

O DHHP aponta outra versão: a de que Rosseti matou Bozola e Rezende por causa de uma discussão envolvendo o tempo de permanência dele no apartamento do analista. Assim como o modelo, o jovem estava hospedado no imóvel e teria se recusado a sair após uma semana. A família dela mora em Igarapava, interior de São Paulo. Para a polícia, Rosseti dopou as vítimas antes de esfaqueá-las.

Depois do crime, Rosseti fugiu com o carro de Bozola até Sertãozinho, onde o veículo foi encontrado no dia 28 de agosto. O jovem foi detido pela polícia no dia seguinte. Posteriormente, foi levado a São Paulo, onde está preso temporariamente na carceragem do 77º Distrito Policial, em Santa Cecília.

Contra Rosseti, a investigação possui imagens de câmeras de segurança que mostram o jovem com as vítimas numa pizzaria e numa boate gay da capital paulista. Além disso, a polícia diz que o suspeito também roubou outros objetos de Bozola, um computador e um tênis.

O advogado Leonardo Borges acompanha o suspeito. “Lucas tem o maior interesse em colaborar com a investigação e mostrar sua versão para os fatos”, disse Borges.

Os laudos do Instituto Médico Legal (IML) sobre as causas das mortes do analista e do modelo ainda não foram concluídos. Eles irão apontar se as vítimas foram dopadas.
Fonte: G1/SP


- Polícia reconstitui crime da Oscar Freire, em SP
Policiais do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e a Polícia Técnico-Científica de São Paulo vão realizar hoje a reconstituição do duplo assassinato ocorrido em um apartamento na Rua Oscar Freire, na zona sul de São Paulo.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP), a reconstituição deve começar por volta das 14 horas.

O estudante Lucas Cintra Zanetti Rosseti, de 21 anos, é suspeito de ter assassinado a facadas o analista de sistemas Eugênio Bozola, de 52 anos, e o modelo Murilo Rezende da Silva, de 21 anos, dentro do apartamento de Bozola no mês passado.

Rosseti foi preso no dia 29 de agosto, em Sertãozinho, interior de São Paulo. Ele não resistiu à prisão, e confessou em depoimento à polícia que matou o analista de sistemas Eugênio Bozola, em legítima defesa.
Fonte: Agência Estado/G1


- Mulher é morta a tiros na Região Nordeste de Belo Horizonte

Corpo foi encontrado caído na rua. Polícia suspeita de crime passional.


Uma mulher de 21 anos foi morta com quatro tiros na madrugada desta sexta-feira (9) no bairro Ribeiro de Abreu, na Região Nordeste de Belo Horizonte. Segundo a Polícia Militar, o corpo da vítima foi encontrado caído na rua e próximo da casa dela. A PM informou que suspeita de crime passional, mas o caso será investigado pela Polícia Civil. A polícia não tem informações sobre testemunhas. Ninguém foi preso.
Fonte: G1/MG




08.09.2011
- Adolescente acusa professor de estupro, diz conselho tutelar da PB
Estupro teria acontecido no ano passado quando a vítima tinha13 anos.
Professor teria dopado a estudante e cometido o abuso sexual.


Após um ano, uma adolescente de 14 anos resolveu romper o silêncio e ir até o Conselho Tutelar contar que aos 13 foi abusada sexualmente por um professor de história de uma escola municipal de Bayeux, na Grande João Pessoa.

De acordo com o conselheiro Ideltone Ribeiro Soares, a garota chorou e tremeu bastante durante o depoimento. “Eu passei quase 30 minutos conversando para que ela se acalmasse”, informou.

Segundo o conselheiro, a adolescente, que na época do suposto estupro tinha 13 anos, disse que estava na quadra de esportes durante uma aula de Educação Física, quando o professor se aproximou e ofereceu água para ela e mais algumas garotas.

De acordo com a estudante, a água estaria com algum tipo de substância que a deixou desacordada, pois ela diz se lembrar apenas de ter acordado ensaguentada dentro da casa do suspeito. Após o crime, o professor teria ameaçado a adolescente de morte caso ela contasse para alguém sobre o estupro.

A garota contou também que o professor ligou várias vezes para ela na tentativa de iniciar um relacionamento amoroso. “Pegamos o chip do celular dela para verificar as ligações que foram recebidas”, informou o Ideltone. Ainda segundo o conselheiro, na escola, a diretoria informou que o professor já havia lecionando no local, mas como ele não trabalhava mais lá os dados sobre ele não estariam mais no colégio.

O G1 tentou entrar em contato com a direção da escola, mas as ligações não foram atendidas. A garota foi encaminhada para Delegacia da Mulher em Bayeux.
Fonte: G1/PB


- Mulher é morta a tiros na frente da família no Sul do Espírito Santo
O principal suspeito do crime é ex-namorado da jovem de 24 anos.
Psicóloga diz que é necessário denunciar desde a primeira agressão.


Uma mulher de 24 anos foi morta à tiros na frente da sua casa, noite desta quarta-feira (7), em Cachoeiro de Itapemirim, no Sul do Espírito Santo. O principal suspeito do crime é um agente socioeducativo e ex-namorado da vítima. Segundo a policía, o acusado está foragido.

O crime aconteceu no bairro Santo Antonio, por volta das 20h, familiares e vizinhos testemunharam o assassinato. "Estávamos em casa quando ouvimos os barulhos dos tiros. Minhas filhas começaram a gritar, e quando fomos ver, a menina já tinha levado um tiro e estava caída", contou uma vizinha que não quis se identificar.

De acordo com a família da vítima, a jovem estava arrumada para sair com uma amiga quando o acusado chegou na casa. "Ele pediu para entrar em casa e conversar com a minha filha, mas ela não quis. Eles discutiram muito, em seguida ele fingiu que ia embora, e minha filha subiu as escadas. Ele foi até o carro dele, pegou a arma e puxou minha filha pela blusa. Rapidamente ela caiu no chão e ele atirou", detalhou a mãe da vítima.

De acordo com a polícia, o acusado fez seis disparos e cinco atingiram a vítima a queima roupa. A mãe da jovem assassinda, contou que a filha já sofria ameaças. "Ele era muito ciumento e eu já tinha visto algumas brigas deles. Na semana passada ele começou a perseguir e ameaçar a minha filha. Ele não se conformava com o fim do relacionamento", contou a mãe.

O velório da jovem aconteceu na tarde desta quinta-feira (8), no cemitério municipal Coronel Borges, em Cachoeiro de Itapemirim. A família agora pede justiça.

Mulheres devem denunciar as agressões
De acordo com a psicóloga Fabrícia Amorim, a violência contra a mulher sempre existiu na sociedade. "O que acontece hoje em dia, é que o número das denúncias desses casos vêm aumentando. As mulheres, apoiadas na Lei Maria da Penha, estão perdendo o medo do agressor e estão denunciando mais", explicou a psicóloga.

Segundo a psicóloga, assassinos que afirmam 'matar por amor' estão mentindo. "Ciúmes representam perigo, autoestima baixa, posse, insegurança e pode levar a uma série de comportamentos agressivos. Mulheres, e até mesmo homens, que têm seus parceiros que demonstram comportamentos agressivos, devem ficar atentos e denunciar desde a primeira agressão", destacou Amorim.
Fonte: G1 ES, com informações da TV Gazeta Sul.


- Mulher é presa suspeita de facilitar estupro da filha no interior de SP
Conselho Tutelar diz que mãe recebia dinheiro para ceder menina.
Suspeito do estuprar garota já havia sido preso em Cardoso.


Uma mulher foi presa na terça-feira (6) em Mira Estrela, no interior de São Paulo, sob a suspeita de facilitar o estupro da própria filha de 9 anos por dinheiro. Segundo o Conselho Tutelar de Cardoso, cidade onde a família mora, a mãe recebia para que a menina tivesse relações sexuais com um homem. Ele já havia sido preso em agosto suspeito de estuprar a menina.

A polícia conseguiu localizar o homem e a criança depois de uma denúncia anônima. Os dois estavam dentro de um carro em São João do Marinheiro, distrito de Cardoso. Em depoimento, a menina disse ter sido abusada sexualmente em um canavial e que aquela não era a primeira vez. Ela fez exame de corpo delito, que confirmou a violência.

A menina e dois irmãos devem permanecer sob a guarda provisória de uma tia durante as investigações.
Fonte: G1 SP, com informações da TV Tem



Esposa de suspeito teria participado de abusos sexuais em MS, diz polícia
Suspeito foi preso na quarta-feira (7). Abusos aconteciam em Campo Grande.
Três das vítimas têm 12 anos e uma tem 10 anos, segundo Polícia Civil.


A esposa do suspeito de abusar sexualmente de quatro meninas em Campo Grande, também pode estar envolvida no crime, segundo a Polícia Civil. O suspeito, que tem 34 anos e é técnico de informática, foi preso na tarde de quarta-feira (7).

As vítimas, três adolescentes de 12 anos e uma criança de 10 anos, moram na Vila Neusa, região norte da cidade. Segundo informações da polícia, o suspeito é vizinho das vítimas e frequentava as casas dos pais delas.

O delegado Divino Furtado de Mendonça afirmou que há suspeitas de que a esposa do técnico de informática tenha participado de alguns dos abusos sexuais. “Uma das vítimas relatou que a mulher teria passado a mão nela e pedido para que ela pegasse nos órgãos genitais do marido”, afirmou o delegado.

Ainda segundo o delegado, a vítimas relataram que também teriam assistido cenas sexuais entre a esposa e suspeito.

Ainda segundo o delegado, os abusos estariam acontecendo por pelo menos duas vezes ao mês, desde o início do ano, geralmente na casa do suspeito. Os pais das vítimas informaram à polícia que não desconfiaram do crime porque conheciam o vizinho há anos e também frequentavam a casa dele.

Prisão
O técnico de informática foi preso em caráter temporário e deve permanecer detido por 30 dias. Já a esposa não foi presa. Ela estava grávida e ficou internada até esta quinta-feira por causa do parto, segundo o delegado.

O caso, classificado pela polícia como estupro de vulnerável, será investigado pela Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DEPCA).
Fonte: G1/MS


- Polícia prende suspeito de abusar sexualmente de 4 meninas em MS
Três das vítimas têm 12 anos e uma tem 10 anos, segundo Polícia Civil.
Técnico de Informática, de 34 anos, nega que tenha cometido crime.


Um Técnico de informática, de 34 anos, foi preso na tarde de quarta-feira (7) como suspeito de abusar sexualmente de três adolescentes de 12 anos e uma criança de 10 anos, na Vila Neusa, região norte de Campo Grande. Segundo informações da Polícia Civil, o suspeito é vizinho das vítimas e frequentava as casas dos pais delas.

O delegado Divino Furtado de Mendonça, informou que os abusos estariam acontecendo por pelo menos duas vezes ao mês, desde o início do ano, geralmente na casa do suspeito. Os pais das vítimas informaram à polícia que não desconfiaram do crime porque conheciam o vizinho e também frequentavam a casa dele.

O suspeito teria tido conjunção carnal com apenas uma das vítimas, de 12 anos, segundo o delegado. Já a criança de 10 anos relatou à polícia que por diversas vezes teria sido obrigada a dizer palavras obscenas enquanto era gravada por uma webcam. O suspeito também costumava levar as meninas para tomar sorvete em um estabelecimento comercial que fica localizado no bairro. De acordo com as vítimas, durante o trajeto, ele teria acariciado pernas e partes íntimas delas.

As vítimas relataram ainda que não contaram sobre os abusos porque estaraim sendo ameaçadas pelo suspeito. “Eles dizia que ia matar os pais delas”, informou o delegado.

Denúncia
Segundo Mendonça, a denúncia foi feita na última terça-feira (6). A mãe de uma das vítimas ligou para a escola para falar com a filha e foi informada de que o suspeito havia buscado a menina no local durante o horário das aulas. Desconfiada, a mãe conversou com filha e ela contou sobre os abusos.

Investigações
O caso será investigado pela Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DEPCA) e o suspeito poderá ser indiciado pelo crime de estupro de vulnerável.

O técnico de informática foi preso em caráter temporário e deve permanecer detido por 30 dias.

Na casa do suspeito foram apreendidos computadores, pen drives, cartões de memórias, Cds e DVDs. Os materiais serão analisados pela perícia.

Defesa
O suspeito, que foi apresentado pela Polícia Civil, afirmou que conhece as vítimas e os pais.

Ele nega que tenha cometido os abusos sexuais. “Eu não fiz isso”, disse ele à imprensa.
Fonte: G1/MS

- Mulher é encontrada morta em banheiro público em Salvador
Vítima tem 26 anos e tinha marcas de violência pelo corpo, diz polícia.
Na cidade de Adustina, ex-companheiro é suspeito de matar mulher.


Uma mulher foi encontrada morta dentro de um banheiro químico, no bairro de Fazenda Grande, em Salvador, na manhã desta quinta-feira (8). De acordo com informações da 4ª Delegacia de São Caetano, responsável pela área, a vítima de 26 anos apresentava marcas de violência pelo corpo.

O banheiro fica no fim de linha do bairro e costuma ser usado por motoristas de ônibus, que localizaram o corpo e acionaram a Central de Polícias (Centel). Segundo os dados da delegacia, testemunhas relataram aos policiais que a jovem era usuária de drogas. A Delegacia de Homicídios vai investigar o caso.

Crime passional
Na cidade de Adustina, a 360 km de Salvador, Luzivalda Brito dos Santos, de 34 anos, foi assassinada no dia 26 de agosto. A família da vítima acusa o ex-companheiro, de 45 anos, com quem morava há 12 anos, de ter cometido o crime, motivado por ciúmes. “Ele dizia que se ela não ficasse com ele não ficaria com ninguém”, conta Valdenido Brito dos Santos, de 34 anos, irmão da mulher, nesta quinta-feira (8).

Segundo ele, a irmã foi morta com apenas um golpe de faca na região lateral do abdômen. “Ele já vinha ameaçando há muito tempo e, um dia antes do crime, ela tinha prestado queixa na delegacia, mas não adiantou”, conta.

Valdenido comenta ainda que a ação criminosa foi executada na presença dos três filhos do casal, de 6, 8 e 10 anos, e da enteada, que possui 16 anos. “Ela estava varrendo o quintal de casa e, quando olhou para trás, levou a facada”, descreve. Luzivalda Brito dos Santos estava casada com outra pessoa há três meses.

Índices


Desde 2005, todo ano são mais de oito mil queixas de mulheres vítimas de violência física e moral cometidas por maridos ou companheiros, segundo dados da Delegacia da Mulher, localizada no bairro de Brotas, em Salvador. De janeiro a abril, a unidade policial registrou 668 ocorrências de violência. No mesmo período de 2010, a delegacia foi procurada por 2.654 mulheres. O índice médio de ocorrências é de 197 por mês.

De acordo com a Secretaria de Políticas para as Mulheres de Salvador (SPM), 70% dos casos ocorrem dentro do âmbito doméstico. A Secretaria aponta que, no Brasil, a cada minuto, quatro mulheres são vítimas de espancamento. Entre os tipos de violência, existem a física, psicológica, sexual, patrimonial e moral.
Fonte: G1/BA




07.09.2011
- Suspeito de matar policial e cometer estupros é preso na Grande BH
Homem já havia sido preso, mas foi liberado por ter menos de 18 anos.
Polícia encontrou com ele duas pistolas calibre 9 mm e 380.


Um homem de 21 anos suspeito de homicídios, estupros e tráfico de drogas, foi preso nesta quarta-feira (7) em Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Segundo a Polícia Militar (PM), o foragido foi detido durante uma operação no bairro Jardim Laguna.

No local, a polícia apreendeu duas pistolas, uma calibre 9 milímetros e uma 380, e um carro.

O homem, conhecido como “Cri”, era procurado pela polícia por suspeita de participação em vários crimes, como assaltos, falsificação de documentos e também o homicídio de um policial. Ele já havia sido preso anteriormente, mas foi liberado por ter menos de 18 anos, segundo a polícia.

A irmã do homem também foi detida por suspeita de participação em crimes que ele cometeu.
Fonte: G1/MG


- Suspeito de matar a mulher a facadas morre de enfarto após o crime em MS
Crime ocorreu na tarde desta terça, em Alcinópolis, no norte do estado. Polícia suspeita de briga por partilha de bens motivou o crime.

Um idoso, de 68 anos, que é suspeito de matar a esposa, de 63 anos, a facadas, na tarde desta terça-feira (6), em Alcinópolis, a 387 quilômetros de Campo Grande, morreu pouco depois do crime, ao sofrer um enfarte, segundo a Polícia Civil.

De acordo com informações preliminares da polícia, o crime teria ocorrido em razão de uma briga pela partilha de bens, por conta da separação do casal. Durante a discussão o idoso esfaqueou a mulher duas vezes no pescoço, duas nas costas e uma na barriga.

A polícia aponta que mesmo ferida, a mulher caminhou sozinha uma quadra e meia até o hospital da cidade em busca de socorro. A polícia foi acionada e foi até a residência do casal.


Quando a polícia chegou até a casa, o suspeito ainda estava no local e pegou uma faca e ameaçou se matar, caso houvesse uma invasão. De acordo com a polícia, após cerca de 40 minutos de negociação, ele se entregou.

Como o idoso estava muito nervoso, a polícia acionou uma ambulância para atendê-lo. O suspeito foi transferido para o hospital da cidade onde, de acordo com a polícia, ele sofreu um enfarto.

Segundo a polícia, a equipe do hospital conseguiu reanimar o suspeito e decidiu transferi-lo para Mineiros (GO). Já a mulher, por conta dos ferimentos, também teve que ser transferida, mas para Costa Rica. Entretanto, durante as remoções, os dois não resistiram e morreram.

De acordo com a Polícia Civil, em razão do feriado, as investigações devem ser iniciadas nesta quinta-feira (8).
Fonte: G1/MS

- Homem é morto a facadas dentro de motel na Pampulha, em BH

Ele chegou sangrando até a recepção, antes de morrer, segundo funcionários.
Suspeito entrou com ele no motel e saiu ameaçando uma empregada.

Um homem foi morto a facadas durante a madrugada desta quarta-feira (7), dentro de um motel no bairro Santa Monica, na Pampulha, em Belo Horizonte. De acordo com funcionários do local, ele chegou acompanhado de outro homem.

Ainda segundo os empregados, a vítima, que parecia ser um travesti, chegou sangrando na recepção 10 minutos após dar a entrada. Ele tinha perfurações nas costas e no pescoço, e morreu em seguida. O suspeito obrigou uma funcionária do motel a abrir o portão e saiu a pé. A polícia investiga o caso, e nenhum suspeito havia sido identificado ou preso até as 10h40.
Fonte: G1/MG



06.09.2011
- Homem é acusado de abusar de 8 menores durante 7 anos no México
Mulher e cinco familiares dele são acusados de cumplicidade.Promotoria investiga a morte de duas das crianças.
Um mexicano acusado de abusar sexualmente e de manter presos oito menores de idade durante sete anos, com a cumplicidade de sua mulher e de outros familiares, foi detido na Cidade do México, informou nesta terça-feira (6) a promotoria responsável pelo caso, que apura a autoria do assassinato de dois dos menores.

O homem de 32 anos, identificado como Jorge Antonio Iniestra, foi preso no populoso bairro de Iztapalapa, no leste da capital mexicana, junto com sua mulher, Clara Tapia, de 44 anos, e cinco familiares - sua mãe, três irmãos e um sobrinho, todos acusados de cumplicidade, disse um comunicado da promotoria.

As autoridades explicaram que as vítimas são oito menores, três deles filhos de Tapia, "que durante sete anos estiveram privadas da liberdade e sofreram violência familiar, corrupção de menores e exploração do trabalho", diz o texto.

Iniestra abusou das duas filhas de Tapia e teve cinco filhos com elas, com o consentimento de sua mulher.

Uma das enteadas e um bebê de três meses morreram em 2009, supostamente pelas mãos de Iniestra, dizem os investigadores.

O homem também "maltratava severamente" os integrantes da família e proibia as mulheres de sairem de casa, enquanto que o filho mais velho de Tapia era obrigado a trabalhar recolhendo papelão e vendendo doces.
Fonte: AFP/G1


- Polícia identifica atirador que matou três e depois se suicidou nos EUA
Crime ocorreu em Carson City, capital do estado de Nevada.
Eduardo Sencion, 32, também feriu 7 pessoas.

Eduardo Sencion em foto divulgada pela polícia
A polícia identificou como Eduardo Sencion, de 32 anos, o homem que abriu fogo contra um restaurante na manhã desta terça-feira (6) em Carson City, capital do estado americano de Nevada, deixando quatro mortos e ao menos sete feridos.

O caso ocorreu em um restaurante da cadeia International House of Pancake (IHOP), em um centro comercial na rua principal da cidade, que fica próximo à divisa de Nevada com a Califórnia.

Sencion invadiu o local por volta das 9h locais e abriu fogo contra membros uniformizados da Guarda Nacional. O restaurante estava cheio de pessoas que tomavam café da manhã.

Dois deles -um homem e uma mulher- e uma terceira pessoa que estava no local morreram.

Três dos feridos também eram guardas uniformizados, segundo os policiais.


Testemunhas disseram que o atirador chegou ao local em uma minivan azul e atirou em um motociclista.

Depois, entrou no restaurante e disparou contra os guardas.

Ele então saiu e disparou contra uma churrascaria e uma loja do centro comercial, e depois em um cassino no outro lado da rua.

Depois, o homem atirou contra si próprio na cabeça.

Ele chegou a ser socorrido e levado a um hospital de Reno, mas acabou morrendo vítima dos ferimentos, segundo Kenny Furlong, xerife de Carson.


A polícia afirmou que Sencion não tinha ligação com a Guarda Nacional.

Ele trabalhava em um negócio da família em South Lake Tahoe.

Os prédios do Congresso Estadual e da Suprema Corte foram fechados preventivamente por cerca de 40 minutos, mas as autoridades acreditam se tratar de um "incidente isolado".
Policiais observam o local do tiroteio da manhã desta terça-feira (6) em Carson, no Estado de Nevada. 
Fonte: G1, com Agências Internacionais.



- Preso no RJ suspeito de estuprar e torturar jovem
Segundo a polícia, homem fingiu que tinha uma arma.
Crime ocorreu em agosto deste ano, em Belford Roxo.


Um homem de 31 anos foi preso, nesta terça-feira (6), sob suspeita de estuprar e torturar uma jovem de 16 anos, em Belford Roxo, na Baixada Fluminense. O crime ocorreu em agosto deste ano, na localidade conhecida como Beco da Viúva, também no município. As informações foram confirmadas pela assessoria da Polícia Civil.

De acordo com a delegada Soraia Vaz, titular da Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (DEAM) do município, no dia do crime, o suspeito abordou a vítima na rua e colocou um objeto em suas costas, como se fosse uma arma. A jovem também teve que fingir ser namorada dele. Ainda de acordo com a delegada, a menina chegou à unidade sangrando e muito machucada.

O suspeito já tinha passagem pela polícia por importunação ofensiva ao pudor contra uma menor de idade.
Fonte: G1/RJ


- Homem mata ao menos 2 pessoas e comete suicídio (polícia)
LOS ANGELES, 6 Set 2011 (AFP) -Um homem matou pelo menos duas pessoas durante um tiroteio ocorrido nesta terça-feira de manhã em um restaurante de Nevada (oeste dos Estados Unidos), antes de cometer suicídio, indicou a polícia local.

O homem, que está em estado crítico, também feriu pelo menos seis outras pessoas, segundo Kenny Furlong, xerife da cidade de Carson City, capital de Nevada.
Fonte: France Presse/ G1


- Tio que filmou sobrinha com câmera em banheiro é condenado no RS
Decisão determina pagamento de R$ 27,5 mil por dano moral.
Tio gravou cenas de sexo com boneca inflável usando roupas de sobrinha.


Um homem foi condenado a pagar danos morais de R$ 27,5 mil à sobrinha depois que a filmou com uma câmera escondida no banheiro. A decisão foi tomada na sexta-feira (2) é da 9ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul.

De acordo com o tribunal, o homem gravou não só a sobrinha como também outras mulheres. A sobrinha entrou na Justiça afirmando que costumava visitar os tios junto com os irmãos e que, depois da morte da tia, encontrou as fitas de vídeo e resolveu procurar a polícia.

No processo, o tio confirmou a existência da filmadora no banheiro, mas alegou que a sobrinha sabia e que mesmo assim continuou a frequentar sua casa usando roupas curtas e provocantes.

O relator do recurso, desembargador Tasso Cauby Soares Delabary, classificou o caso de absurdo e disse ser inviável admitir que alguém em sã consciência, tendo conhecimento de uma filmadora instalada em um banheiro (local de resguardo e privacidade), continue a frequentar o local.

Para o desembargador, as imagens demonstram o constrangimento, já que o tio é visto ajustando a câmera e apanhando as roupas íntimas da sobrinha. "As situações são as mais estranhas e variadas que, aliadas a outras cenas do requerido em cenas de sexo com terceira pessoa e, inclusive, com uma boneca inflável a qual vestiu com roupas da autora, e sem sequer esconder seu rosto, revelam o seu caráter degenerado e depravado", escreveu o magistrado na decisão.

Com base nas provas, o desembargador decidiu aumentar o valor do dano moral, de R$ 15 mil para R$ 27,5 mil. Não cabe mais recurso da decisão, segundo o tribunal.
Fonte: G1/SP



- Camareira de motel é estuprada em frente ao trabalho em MT, diz polícia
Mulher foi rendida em frente a motel e obrigada a entrar em matagal.
Suspeito fugiu após o crime e ainda não foi localizado pela polícia.

Uma camareira de 37 anos foi vítima de estupro quando saía do motel onde trabalha, localizado no bairro Santa Cruz II, em Cuiabá. Segundo informações da Polícia Civil, a vítima foi rendida por um homem por volta das 18h30 desta segunda-feira (5) e obrigada a entrar em um matagal localizado em frente ao motel.

Ainda de acordo com a polícia, depois de cometer o crime, o suspeito se escondeu no matagal. Uma equipe da Polícia Militar foi acionada para atender a ocorrência. No local, os policiais fizeram o cerco ao criminoso, mas por falta de equipamentos de iluminação, acabaram não localizando o suspeito.

A camareira foi socorrida e levada para o hospital universitário Júlio Müller, onde passou por exames clínicos. Uma câmera de segurança instalada em uma residência localizada em frente ao matagal registrou a ação criminosa e as imagens vão compor o inquérito que vai investigar o caso. O suspeito fugiu e até a manhã desta terça-feira não havia sido preso.
Fonte: G1/MT

- Homem é preso suspeito de matar a mãe a pauladas no RJ, diz PM
Crime aconteceu na casa da família, em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense.
Segundo testemunhas, suspeito seria usuário de drogas.

Um homem de 27 anos foi preso na madrugada desta terça-feira (6) suspeito de matar a pauladas a própria mãe, de 54 anos, na casa da família, em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense. Segundo a Polícia Militar, depois do crime, o corpo foi abandonado em um terreno a 50 metros da residência. As informações são do 20º BPM (Mesquita).

A polícia foi chamada por vizinhos. Agentes do 20º BPM (Mesquita) cercaram o local e conseguiram prender o suspeito e apreender a madeira que teria sido usada no crime. Segundo testemunhas, o suspeito seria usuário de drogas.

Ele foi levado para a 56ª DP (Comendador Soares), onde o caso foi registrado.
Fonte: G1/RJ


- Menor infrator é suspeito de matar colega com arma artesanal em MT
Adolescente de 17 anos morreu nesta terça-feira após vários golpes.
Segundo Secretaria de Justiça e Direitos Humanos, autor possui 15 anos.

Um adolescente de 17 anos que estava internado no Centro Socioeducativo de Cuiabá, antigo Complexo do Pomeri, foi assassinado na manhã desta terça-feira (6). A delegada Anaíde de Barros, da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), que faz diligências no local, informou ao G1 que o responsável pelo homicídio foi um colega de cela da vítima.

De acordo com a assessoria da Secretaria de Segurança Pública do Estado (Sesp), o autor do crime possui 15 anos e matou o outro menor com vários golpes de chuço, arma artesanal pontiaguda confeccionada pelos próprios educandos no interior da unidade.

O crime foi cometido um dia após a Comissão de Direitos Humanos de Visitas aos Presídios, ligada ao Fórum de Direitos Humanos e da Terra de Mato Grosso, divulgar o relatório contendo inúmeras irregularidades na unidade que abriga quase 130 menores infratores. Entre elas, a de agressões e torturas cometidas pelos agentes penitenciários contra os internos.
Fonte: G1/MT


- Inglês é acusado de matar mulher, esconder corpo em mala por 2 mesesAcusação diz que Andrew Lindo foi encontrar amante logo após homicídio.Ele diz que foi 'forçado' a tirar a vida da mulher para proteger a filha.

Um professor de Holmfirth, na Inglaterra, foi acusado nesta segunda-feira (5) de matar sua parceira em um "longo e brutal ataque" antes de esconder o corpo em uma mala e ir se encontrar com sua amante, segundo noticiou o jornal "The Sun".

A promotoria acusa Andrew Lindo, professor de música de 28 anos, de ser um "mentiroso completo e inveterado" e viver uma vida dupla na época em que ele matou Marie Stewart, de 30 anos. Andrew Lindo admitiu que teria sido obrigado a matar a mulher, negando a acusação de homicídio culposo. O assassinato ocorreu em 18 de dezembro de 2010.
Andrew Lindo, na foto acima, é acusado de matar Marie Stweart (morena,foto superior) e esconder o corpo em uma mala na garagem por 2 meses. Ele teria ido encontrar a amante,Angela Rylance (loira,foto inferior), após o homicídio.
A corte de Bradford Crown ouviu os argumentos da defesa, dizendo que o homem foi "forçado" a tirar a vida de Marie Stewart para proteger a filha do casal, que sofria de maus tratos da mulher. Além da filha, de três anos, os dois também tiveram um filho juntos, que está com um ano de idade.

A acusação, no entanto, afirma que não havia maus tratos e que, após matar a mulher, Andrew Lindo teria saído com a filha para encontrar sua amante, Angela Rylance. Diz ainda que ele levou a amante para se hospedar em casa, onde o corpo de Marie estava escondido.

Também foi dito que ele usou o celular da mulher para enviar mensagens para familiares dela, forjando uma fuga com outro homem, e ainda postando informações no perfil do Facebook dela.

Passado mais de um mês, a família de Marie Stewart começou a ter suspeitas e chamou a polícia. Os oficiais fizeram uma busca na casa de Andrew, e encontraram o corpo em decomposição dentro de uma mala na garagem em 13 de fevereiro deste ano.

A sessão de segunda-feira foi adiada, e o caso segue em julgamento.
Fonte: G1/SP

- Homem é preso por guardar pornografia infantil
Um homem foi preso em flagrante ontem, durante operação da Polícia Federal no Rio Grande do Sul, que teve o objetivo de cumprir mandado de busca e apreensão em um apartamento em Passo Fundo. No local, foi encontrado material contendo pornografia infantil. O investigado foi preso e encaminhado à Delegacia de Polícia Federal para ser ouvido.

Como o crime de armazenamento de imagens tem pena máxima de quatro anos, foi arbitrada fiança no valor de R$ 10 mil ao preso. Segundo a PF, caso fique comprovado que havia a divulgação ou disponibilização do material para outras pessoas, o preso responderá pela pena de 3 a 6 anos de reclusão e multa.
Fonte: Agência Estado/G1


- Vizinhos e parentes de crianças trancadas em casa serão ouvidos
Conselho Tutelar quer verificar como era convivência das crianças com pais.
Elas foram encaminhadas para abrigo em Itapecerica da Serra, na Grande SP.
Vizinhos, parentes e até professores das crianças que foram encaminhadas para um abrigo nesta segunda-feira (5) após serem deixadas trancadas em casa pela mãe em Itapecerica da Serra, na Grande São Paulo, serão ouvidos por conselheiros tutelares e técnicos da Vara da Infância da cidade para determinar se elas poderão voltar para os pais. O objetivo é saber como era a convivência das crianças em família e verificar se o pai e a mãe têm condições de criá-las corretamente.

Um bebê de 5 meses e dois meninos de 2 e 12 anos foram levados para um abrigo por determinação do juiz Gabriel de Campos Sormani, da 3ª Vara da Infância e da Juventude. Segundo o juiz, trata-se de uma medida para proteger as crianças. Elas podem ficar no abrigo até que um parente com condições de ficar com elas seja encontrado, ou até que os técnicos e conselheiros apurem que os pais possam ficar com elas. O resultado do exame de corpo de delito, feito no Instituto Médico-Legal nesta segunda, também será analisado.

As crianças foram encontradas pela Polícia Militar depois que o filho mais velho, de 12 anos, ligou para o 190 dizendo que estava trancado em casa com os irmãos, sem comida, e que a mãe o agredia. Policiais foram até o local, arrombaram o portão e a porta e soltaram as crianças. Inicialmente, a PM informou que elas tinham sinais de maus-tratos.

Nesta segunda, Helena Alves Ferreira, seu marido e as crianças foram ouvidos no Conselho Tutelar de Itapecerica da Serra, no 1º Distrito Policial e no Fórum da cidade. Segundo o Conselho Tutelar e a Polícia Civil, de acordo com os primeiros depoimentos não era possível afirmar que as crianças eram agredidas. Helena admite que deixou as crianças sozinhas e que chegou a bater no filho mais velho para “corrigi-lo”. Mas negou que tenha queimado o filho na barriga e na boca, como ele disse aos policiais.

Os conselheiros e técnicos da Vara da Infância irão também conferir o histórico escolar das crianças, conversar com professores, ouvir novamente os próprios pais e outros parentes. O trabalho deve ser feito ao longo desta semana.

Justificativa
Em entrevista ao G1, Helena disse não ter medo da Justiça e estar pronta para enfrentar as consequências de seus atos. “Se eu tiver que pagar alguma coisa, eu vou pagar, eu não vou fugir. O que o juiz fez agora fez certo. As leis têm que ser respeitadas. Não tenho medo da Justiça.”

Nos depoimentos dados nesta segunda, Helena contou que estuda pedagogia com bolsa de estudos e que por isso precisa trabalhar aos fins de semana em uma escola estadual. No sábado, ela saiu para trabalhar e como de costume deixou as crianças em casa – ela acreditava que o marido chegaria logo.

“Esse dia eu deixei ele trancado mesmo, isso ele não mentiu, porque ele ficou muitos dias na rua, faltou na escola”, afirmou. Entretanto, ela admitiu que aos sábados as crianças ficavam sozinhas em casa, com o portão trancado.
Fonte: G1/SP


- Juiz quer avaliação psicológica de menino trancado em casa em SP
Adolescente e dois irmãos foram deixados sozinhos na Grande SP.
Eles foram encaminhados para abrigo nesta segunda-feira.


O juiz Gabriel de Campos Sormani, titular da 3ª Vara da Infância e Juventude de Itapecerica da Serra, na Grande São Paulo, quer que seja feita uma avaliação psicológica do garoto de 12 anos que ligou para a Polícia Militar por estar trancado em casa, em Itapecerica da Serra, na Grande São Paulo, no sábado (3), com outros dois irmãos. Os pais das crianças também deverão ser avaliados. Nesta segunda-feira (5), o juiz também determinou que as crianças façam exame de corpo de delito. A mãe, Helena Alves Ferreira, vai responder a processo por maus-tratos e abandono de incapaz.

Nesta segunda, Sormani encaminhou a um abrigo da cidade os três filhos de Helena. De acordo com o juiz, trata-se de uma medida para proteger as crianças enquanto algum familiar próximo dos menores, com idades de 5 meses, 2 anos e 12 anos, seja localizado.

O próximo passo dos técnicos da Vara da Infância é tentar achar parentes, ouvir vizinhos e fazer um estudo psicossocial da família até tomar uma decisão definitiva. “Tomamos essa medida para apurar melhor a denúncia, por prudência”, contou o juiz, no Fórum de Itapecerica da Serra. “Uma tarde é pouco para os psicólogos avaliarem a situação”, completou.

O filho mais velho, de 12 anos, ligou para a Polícia Militar dizendo que estava sozinho com a irmã de 5 meses e ela estava com fome. Também relatou aos policiais que sofria agressões. Em entrevista nesta segunda, a mãe das crianças, admitiu ter batido no garoto. Helena Alves Ferreira, entretanto, negou que tenha queimado o filho, como ele disse na ligação para a PM. O Conselho Tutelar diz que o menino, ao contrário do que afirmou aos policiais, não é vítima de maus-tratos.

Um conselheiro tutelar confirmou que as crianças não eram maltratadas e que um dos motivos que teria levado o garoto de 12 anos a ligar para a polícia é porque ele foi proibido pela mãe de jogar videogame em um bar.

A mãe dos menores afirmou que os filhos ficaram sozinhos por um mal entendido. “Foi um mal entendimento entre eu e o meu esposo porque saí para trabalhar.” Quando perguntada mais cedo por que o menino teria mentido, ela respondeu: “É criança. Porque ele estava com a nenê.
 Fonte: G1 SP, com informações do Bom Dia Brasil


05.09.2011
- Homem é detido suspeito de matar mulher em Taboão da Serra, SP
Suspeito deu uma facada na perna da mulher na manhã desta segunda (5).
Segundo PM, golpe atingiu veia femoral da vítima.

Um homem foi detido na manhã desta segunda-feira (5) em Taboão da Serra, na Grande São Paulo, suspeito de matar a mulher com uma facada na perna. Segundo a Polícia Militar, eles discutiam por volta das 6h30. O golpe atingiu a veia femoral mulher, que chegou a ser levada pela polícia ao PS de Taboão, onde morreu.

Policiais da 2ª Companhia da PM foram acionados e detiveram o homem em flagrante na Estrada Kizaemon Takeuti, na altura do número 507. Ele foi encaminhado para a 1° DP de Taboão da Serra, onde o caso foi registrado.
Fonte: G1/SP


- Menino de doze anos trancado em casa pela mãe pede ajuda à polícia
O garoto estava com os irmãos, um de dois anos e outro de cinco meses. A PM libertou as crianças, que estavam com muita fome e chorando.

A mãe que trancou os filhos em casa, em Itapecerica da Serra, na região metropolitana de São Paulo, reapareceu nesta segunda-feira (5). No sábado, o filho mais velho ligou para a polícia pedindo para ser libertado. Ele estava preso com o irmão de dois anos e a irmãzinha, de cinco meses.

O menino ligou para a polícia do celular, que ele escondeu da mãe.

PM: Bom dia.
Menino: Moço, é que a minha mãe me deixou preso aqui com meus irmãos. E quase sempre ela faz isso. A minha irmã está sem leite, sem alimento. O que eu poderia fazer?
PM:la saiu e foi pra onde?
Menino: Não sei. Ela tá com birra do meu pai, aí ela me deixou preso, pro meu pai, tipo, ele foi trabalhar. Ela tem ciúme do meu pai. Aí eu acho que ela tem depressão, ela já teve internada.

O policial fica surpreso ao saber a idade das crianças.

PM: Você tem quantos anos?
Menino: Doze.
PM: E suas irmãs, que estão com você, estão com quantos anos?
Menino: A minha irmã tem cinco meses.
PM: E você está com ela na residência?
Menino: Sim, preso.

Nesse trecho, ouve-se o choro do bebê e a criança revela que sofre agressões.

PM: Todo dia ela faz isso?
Menino: Todo sábado, todo domingo. Ela também me bate, me deixa com lesões. Já queimou a minha mão e a minha barriga.
PM: você não tem como abrir a porta da casa, Mateus?
Menino: Só se eu arrebentar a porta.

A policia militar foi até a casa e libertou as crianças, que estavam com muita fome e chorando. Uma testemunha disse que essa não foi a primeira vez que a mãe abandonou os filhos. “Ela já fez mais vezes. Acho que ela não tem medo de perder a guarda, porque a polícia já foi lá e ela está fazendo de novo”, afirma a testemunha, sem se identificar.

As crianças foram entregues ao pai, que é pedreiro e trabalha em outro município. Na manhã desta segunda-feira (5) a mãe reapareceu e, acompanhada dos maridos e dos filhos, se apresentou ao Conselho Tutelar de Itapecerica da Serra.

A maturidade e a frieza com que Mateus ligou para a polícia e revelou o drama dele e dos irmãos chocam e também fazem a gente perguntar como um menino de doze anos tem tanta atitude, mesmo sendo submetido à tanta violência. “É pela dor, é pela falta de espaço para a infância. Por conta da situação dele, ele passou a ser o cuidador da família. Como esse menino vai reverter essa experiência de dor e de sofrimento vai depender dele e da ajuda que ele tiver ou do desenrolar desta história. Ela foi conhecida agora, mas ela não acaba aqui, ela vai mudar”, analisa a psicanalista Heloísa Sitrangulo Ditolvo.

A mãe foi indiciada por maus tratos e abandono de incapaz. A família vai ser acompanhada pelo conselho tutelar. O menino de 12 anos deverá ser incluído em programas sociais e a criança de dois anos deverá será encaminhada para uma creche. O Conselho Tutelar ainda vai decidir para onde o bebê será levado.
Fonte: Jornal Hoje




04.09.2011
- Homem é suspeito de abusar de mulheres em seita criada para adorar a si mesmo
Ministério Público investiga se Aldo Bertoni se aproveitava das fiéis

Um homem de 85 anos é suspeito de abusar de mulheres usando uma seita que ele mesmo criou para adorar a si mesmo. Aldo Bertoni tem os passos acompanhados de perto pelo Ministério Público há dois anos, quando a primeira vítima tomou coragem e procurou os promotores. Depois dela, dezenas de vítimas fizeram o mesmo.

A equipe da Record acompanhou o homem. Os encontros foram acompanhados pela reportagem, que ouviu as vítimas e as autoridades. O prédio fica no bairro do Tatuapé, zona leste de São Paulo. Lá funciona a matriz da seita chamada de apostólica, que reúne outros duzentos templos pelo Brasil e 25 mil seguidores.

Aldo construiu uma pequena fortaleza, vigiada 24 horas. Ele não conduz as cerimônias e aparece apenas para ser venerado. É a adoração de quem crê estar diante de um profeta, um vidente, uma divindade. As músicas cantadas no encontro servem para exaltar o próprio Aldo.

E é justamente essa devoção que ajuda a entender o que aconteceu a algumas mulheres ouvidas pela reportagem. Uma delas, que preferiu não se identificar, disse que foi falar com ele, “pedir a oração, pedir ajuda pra ele, pra pedir pelo meu marido, ai ele falou que “não”.

- Falou assim pra mim: "não, deixa ele morrer que aí pelo menos você fica pra mim".

Com Claudete, o drama foi outro. Desesperada com a doença grave da filha pequena, procurou Aldo Bertoni em 2008.

- Eu queria falar com ele pra pedir oração, acreditava que ele podia interceder por nós.

Ela diz que entrou em uma sala pequena usada só para as reuniões particulares. Aldo, então, trancou a porta.

- Ele pegou e falou “e essa dorzinha que você sente aqui?” E já veio e colocou a mão no meu seio. Ai eu peguei e falei pra ele, “mas eu não sinto dor nenhuma no meu peito”, e ai ele falou: sente sim e foi ai que ele começou a me abraçar, me beijar pescoço, na boca, desceu a mão e começou a passar em mim. E ele falava assim “olha nos meus olhos, olha para os meus olhos. E ai fui ficando muito nervosa e não conseguia sair dele.

Ela disse ainda que Bertoni ameaçou até matar o marido dela.

- Ele fez a proposta para eu largar do meu marido, que ele ia me dar tudo. [Que eu] abandonasse tudo, que ele ia cuidar de mim.

Assustada, ela fugiu para nunca mais voltar. 

- Eu dediquei 35 anos da minha vida a ele; precisava de ajuda espiritual, oração. Poxa vamos te ajudar... Ele quis abusar de mim, sabe...

Justiça
A promotora do Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado do Ministério Público) Sandra Rodrigues de Oliveira afirmou que muitas mulheres passaram “anos, anos se consumindo porque tinham tido uma relação sexual. Acreditavam que ele era um santo, mas algo ali, no inconsciente, ficava trabalhando, e muitos anos depois algumas conseguiram revelar para algum familiar".

Uma outra vítima, que não quis se identificar porque o marido ainda não sabe dos detalhes do que aconteceu entre ela e Bertoni, afirmou que ele revelou sua intenção de ter uma relação com ela.

- Que eu estava com um problema no útero, que eu estava com câncer, que eu tinha uma doença e que ele precisava fazer isso, que eu ia ser curada.

Ela disse que acreditou estar mesmo doente e por isso os encontros continuaram. Em um deles, ele quis fazer sexo oral. Ela repete o que ele teria dito: “Se você tem problema, eu vou ter que fazer isso com você. Que eu vou soltar algo que vai te curar”. O abuso foi tanto que ela desconfiou, fez um exame e não encontrou nada. Ela abandonou a seita, mas até hoje é perseguida pelas lembranças perturbadoras.

Aproximação
Para se aproximar de Aldo Bertoni, os produtores da Record precisaram se vestir e se comportar como os fiéis. As regras criadas por Bertoni dizem que as roupas precisam ser conservadoras. Ele reforça é que proibido usar maquiagem, como batom, ruge, pinturas nos olhos e esmalte colorido nas unhas, e dá o comprimento exato das saias: dois dedos abaixo do meio da barriga das pernas.

Claudete chora ao lembrar que seguia as regras e se dedicava à seita desde criança. Ela casou lá e viajava de Porto Alegre, onde vive, até São Paulo para pedir conselhos, até que em um dos encontros...

- Ele me beijou, beijou bastante, ai mandou eu sentar e começou a abaixar, a passar a mão nas minhas pernas. Aí depois me abraçou de novo e tirou a minha calcinha e mandou eu sentar no banco. E ele ficou de frente. Bem de frente pra mim.

Ela conta que “ai ele abaixou a roupa dele”.

- Aí, quando ele abaixou toda a roupa dele, eu vi que não tava certo, eu vi que aquilo não era normal, ai eu levantei.

Bertoni alegava que, ao tirar a calcinha dela e ficar nu para as carícias, ele purificava os pecados da jovem.

- Daí logo eu sai, dai vim pra casa e daí ali terminou o meu mundo.

Chorando, ela diz que “estava perdendo a fé em Deus... Eu não confiava mais em Deus”.

- Um trauma muito forte, muito grande. A gente não consegue esquecer.

Claudete reconstruiu sua vida, mas há quem não acredite nas denúncias. Ela diz que quem acusa o líder é considerado louco, “é bandido, não tem perdão. Perde amigos e a família”.

Uma outra vítima que não quis se identificar repetiu o que ouviu do próprio pai:

- Entre você e ele, eu fico com ele.

Nas cerimônias, os pregadores falam de Aldo Bertoni como um apóstolo, o primaz, o salvador. Atrás do salão principal, há uma sala repleta de fotos dele por todos os lados. Em uma cerimônia, uma produtora do Domingo Espetacular chamou a atenção de Bertoni, que conversou com ela duas vezes. Na primeira, ela diz que não consegue engravidar e ouve uma profecia:

- Em três meses engravida!

Dias depois, na fila dos fiéis, ela pede um encontro reservado e é prontamente atendida. Por segurança, ela não apareceu.

Enriquecimento ilícito
Bertoni também é acusado pelos promotores de enriquecimento ilícito. Ele anda cercado de seguranças e tem oito armas registradas em seu nome

Sílvio também acreditava na santidade de Aldo até começar a trabalhar para ele, que visitava as casas de mulheres que seriam suas amantes.

- A partir do momento que eu passei a ser segurança dele, eu falei “você é sujo”. [...] Ele inclusive fazia filmagem para mostrar para os amigos, poxa vida, isso é baixaria.
Fonte: Domingo espetacular/R7


- Homem é encontrado morto dentro de porta-malas de carro em Salvador

Segundo a polícia, populares encontraram o corpo no carro que estava aberto.
Vítima estava com a boca amarrada com uma camisa e tinha tiros na cabeça.

Um homem, que ainda não foi identificado, foi encontrado morto dentro do porta-malas de um carro na manhã deste domingo (4), no bairro de Itinga, em Lauro de Freitas, região metropolitana de Salvador.

De acordo com informações da 27ª Delegacia, populares se aproximaram do carro que estava parado na Rua das Mangabeiras e viram a vítima morta no porta-malas, que estava aberto.

A polícia informou que o homem estava com uma camisa amarrada na boca e que havia sinais de tiros na cabeça.

Segundo a polícia, não havia sinais de luta corporal. O carro onde a vítima foi encontrada é um Fiesta preto. A polícia informou que não há registro de que o veículo foi roubado. O corpo do homem foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) em Salvador.
Fonte: G1/BA


- Polícia investiga morte de homem durante ritual religioso em MG
Vítima chegou a ser socorrida em pronto-socorro de Uberlândia.
Ninguém foi preso, segundo a polícia.

A Polícia Civil investiga a morte de um homem de 62 anos que foi assassinado durante um ritual religioso em Uberlândia, no Triângulo Mineiro. De acordo com a polícia, o crime ocorreu na noite desta sexta-feira (2). A polícia não tem informações sobre o motivo do homicídio.

Neste sábado (3), testemunhas foram ouvidas pelo delegado de plantão. Ainda de acordo com informações da Polícia Civil, até o fechamento desta reportagem ninguém havia sido preso.

O homem, que foi atingido por um tiro no abdômen, chegou a ser socorrido no Pronto-Socorro do Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia (HC-UFU), mas não resistiu.
Fonte: G1/MG



- Mulher mata marido a golpes de faca em Bela Vista (GO), diz Polícia Militar
De acordo com a PM, mulher teria se cansado de apanhar do companheiro. Segundo a polícia, ela pegou uma faca para se defender e atingiu a vitima.

Uma mulher de 36 anos é suspeita de assassinar o marido no Setor Nadir, em Bela Vista de Goiás a 45 km de Goiânia, na madrugada deste domingo (4). De acordo com a Polícia Militar (PM), a mulher teria se cansado de apanhar do companheiro, quando pegou uma faca para se defender e acabou atingindo a vitima no abdômen. 

Segundo o soldado da PM, Josimar do Carmo Almeida, o homem de 32 anos faleceu no local. "A mulher foi encaminhada para o 4º Distrito Policial, onde foi autuada em flagrante", afirma.
Fonte: G1/GO




03.09.2011
- Criança de nove anos sofre estupro no Residencial Itaipu em Goiânia
Crime aconteceu em um lote baldio na madrugada deste sábado (3).
Polícia Civil reforça pedidos de denuncias para encontrar o suspeito.

Uma criança de apenas nove anos foi estuprada na madrugada deste sábado (3), no Residencial Itaipu, em Goiânia. De acordo com a Polícia Civil, um homem percebeu que a tia da vítima tinha escondido a chave da residência em uma das janelas e conseguiu entrar facilmente na casa para praticar o crime após a mulher sair para trabalhar.

Segundo a delegada Ana Elisa Gomes, os pais da menina estavam dormindo e não perceberam quando ela foi levada para o lote baldio ao lado da residência. Ela reforça o pedido de informações sobre o paradeiro do suspeito que até o momento não foi encontrado. “Crimes sexuais dificilmente tem testemunhas, porém, esperamos receber denuncias através do telefone 197. Todas as ligações são mantidas em anonimato”, garante a delegada.

Estado de saúde
Após ser encontrada no local do crime, a vítima foi encaminhada para o Hospital Materno Infantil (HMI), em Goiânia, onde foi atendida na unidade de emergência e logo após passou por uma cirurgia. De acordo com o HMI, a criança que está com o quadro de saúde regular, continuará em observação por uma equipe multidisciplinar composta por médicos, psicólogo e assistente sociais.
Fonte: JATV2


- Crianças são deixadas trancadas em casa na região metropolitana de SP
Denúncia de maus-tratos e abandono de incapaz levou policiais ao local.
Caso foi registrado em delegacia de Itapecerica da Serra.


Policiais militares encontraram três crianças – de 12 anos, de 2 anos e de 5 meses - que foram deixadas sozinhas trancadas em uma residência em Itapecerica da Serra, na região metropolitana de São Paulo, neste sábado (3). Uma denúncia anônima de maus-tratos e abandono de incapaz levou os policiais até o local, no bairro Jardim das Oliveiras.

O menino disse aos policiais que costuma ser agredido com frequência pela mãe. Uma testemunha confirmou a informação. O pai das crianças compareceu à delegacia de Itapecerica da Serra, onde o caso foi registrado, disse que estava trabalhando e que desconhecia a situação de abandono dos filhos.

Até o início da noite deste sábado, a mãe não tinha sido localizada. As crianças foram entregues ao pai com o acompanhamento do Conselho Tutelar do município.
Fonte: G1/SP

- Preso suspeito de estuprar e matar adolescente de 13 anos no Ceará

Suspeito indicou onde estava o corpo da jovem.Adolescente estava desaparecida desde sexta-feira (2).

Um homem suspeito de estuprar e matar uma adolescente de 13 anos na sexta-feira (2), em Caucaia, Região Metropolitana de Fortaleza, foi preso no início da tarde deste sábado (3). Segundo o Comando de Policiamento da Capital, o homem, um mecânico de 31 anos, e um colega da vítima foram apontados como os últimos vistos em companhia da jovem, por testemunhas.

Segundo o CPC, a jovem estava desaparecida desde sexta-feira. Colegas da vítima afirmaram à polícia que a jovem havia deixado a escola em companhia de um outro adolescente para encontrar com o mecânico, logo após o pai a deixar no prédio, por volta de 13h. O jovem ainda não foi encontrado. O mecânico suspeito de ser o autor do crime foi localizado na manhã deste sábado e apontou onde estava o corpo da jovem.

De acordo com o CPC, o corpo com sinais de abuso sexual e um tiro na boca estava abandonado em um terreno a três quilômetros da escola onde ela foi vista pela última vez. Segundo a polícia, a proprietária do terreno afirmou que o homem a procurou na noite do crime usando apenas um camisa em volta da cintura, ele disse ter sido assaltado e pediu ajuda.

O mecânico, de acordo com o CPC, utilizou um carro de um cliente para levar a vítima até o terreno. O veículo e as calças do homem foram encontrados no mesmo local onde estava o corpo da vítima.
Fonte: G1 CE com informações da TV Verdes Mares


- Adolescente de 16 anos é assassinada dentro de casa em Vitória
Mãe diz que o motivo do crime teria sido fofoca.
Polícia já identificou o autor e está realizando buscas para encontrá-lo.

Uma adolescente de 16 anos foi assassinada na manhã deste sábado (3), dentro da própria casa e na frente da mãe, no Morro do Moscoso em Vitória. O acusado de cometer o crime é um outro menor, também de 16 anos. Segundo a mãe da menina, o motivo da morte teria sido fofoca. A Polícia Civil disse que já identificou o autor e já está realizando buscas para encontrá-lo.

O assassinato aconteceu por volta das 9h. Momentos antes do crime a menor atendeu uma ligação do suspeito que a ameaçou de morte. De acordo com a mãe da jovem, depois da ligação a menina contou que o rapaz disse que ia matá-la. "Ela me disse que o rapaz estava ameaçando ela por causa de uma fofoca. Alguém perguntou para ela se ele estava casado e a minha dilha disse que sim. Disse ainda, que nunca mais contaria nada para a esposa dele", relatou a mãe da menor.

Depois de alguns minutos o suspeito apareceu na casa da menina e disparou um tiro no peito da jovem, e depois fugiu. A adolescente de 16 anos foi levada para um hospital em Vitória mas não resistiu aos ferimentos e morreu. O titular do Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP), delegado Romualdo Gianordoli Neto disse que já sabe quem cometeu o homicídio e já está realizando buscas para encontrá-lo.
Fonte: G1/ES


- Presos suspeitos de matar e colocar corpo em mala, em Anápolis (GO)
Quatro jovens, entre eles, um adolescente, de 17 anos, foram detidos.
Após o assassinato, um deles chamou a PM e contou sobre o crime, diz polícia.


A Polícia Militar deteve, neste sábado (3), no Setor Alto da Bela Vista, em Anápolis, a 55 km de Goiânia, quatro jovens, entre eles, um adolescente, de 17 anos, suspeitos de matar um rapaz de 22 anos, com dois tiros, e colocar o corpo dentro de uma mala. Segundo a PM, após o assassinato, um deles tentou roubar uma moto, mas depois acabou chamando a polícia e contou sobre o crime.

De acordo com a polícia, o grupo vai ser autuado por homicídio qualificado, ocultação de cadáver e porte ilegal de arma. Os três jovens serão levados para a Casa de Prisão Provisória em Aparecida de Goiânia, e o adolescente será encaminhado para o Centro de Internação de Adolescentes, em Anápolis.
Fonte: G1/GO

Nenhum comentário:

Postar um comentário