Essa comunidade é o reduto das pessoas interessadas nessas duas especialidades da ciência criminal, que até então não tinham como discutir, trocar informações e novidades sobre a criminologia e psicologia forense.

Postagem em destaque

Serial Killers - Parte XI - Mitos Sobre Serial Killers Parte 6

#6: ELES SÃO TODOS BRANCOS Contrariando o mito popular, nem todos os serial killers são brancos. Serial killers existem em todos os gr...

quinta-feira, 26 de outubro de 2017

Assassinos e suas Artes


Alguns assassinos, se envolviam em algumas atividades artísticas entre um assassinato e outro.

Com o passar dos anos, algumas dessas artes tornaram-se conhecidas do público e até hoje provocam a curiosidade de todos nós. Em alguns casos é  difícil acreditar que alguém com tal potencial artístico tenha se tornado um assassino cruel, e em outros casos é possível  notar que existe algo errado por conta dos desenhos bizarros.

Hoje, suas obras de arte são conhecidas no mundo da arte como 'Muderabilla'. Suas artes são muitas vezes muito procuradas por colecionadores fascinados pelas expressões artísticas de alguns dos membros mais degenerados da sociedade moderna.


Confira abaixo alguns deles:

- John Wayne Gacy

Foi um assassino em série acusado de assassinar 33 garotos e de enterrá-los no espaço entre o piso inferior da sua casa e o esgoto.
Gacy pintava como hobby e com o tempo começou a ganhar dinheiro com as suas pinturas, enquanto estava preso continuou pintando e atualmente suas "obras" tem um alto valor no mercado, sendo alvo de críticas pesadas por parte de especialistas.
As cores das suas pinturas em geral nos fazem lembrar dos comerciais dos anos 70 da Coca-Cola, e as pinturas angulares no rosto do palhaço, ao invés de darem um ar infantil e inocente, reforçam seu aspecto assustador.
 
 
 
- Richard Ramirez - The Night Stalker
 
Richard Ramirez foi um auto proclamado Satanista, conhecido por invadir casas e estuprar, roubar, e matar homens e mulheres. Algumas das suas vítimas tinha menos de 9 anos e outras tinham mais de 79 anos.
 
 Apesar dos desenhos pobres, eles continuam entre itens relacionados à criminosos mais vendidos na internet.
 
   
 
 
 
- Glen Edward Rogers
 
Glen Edward Rogers, o Assassino Casanova - estava no topo dos mais procurados pelo FBI, e relatou ter matado mais de 70 pessoas.
 
Seus desenhos são conhecidos por possuírem cores fortes e serem carregados de elementos obscuros. Na foto abaixo podemos ver uma espécie de Homenagem ao John Wayne Gacy, na pele de Pogo.
 
 
-  Henry Lee Lucas
 
Henry Lee Lucas começou sua carreira como um serial killer ao assassinar sua própria mãe em 1970. Pelos próximos 13 anos, ele conseguiu fugir das autoridades com seu estilo de vida nômade. Lucas acumulou uma contagem de corpos que ele alegou ser de centenas, embora ele tenha sido condenado por apenas 11 assassinatos. Lucas e seu cúmplice, Ottis Elwood Toole, foram presos separadamente em acusações não relacionadas em 1983, porém Lucas afirmou que eles haviam "trabalhado" juntos em diversas ocasiões. É interessante ver seus desenhos lado a lado. Ambos os artistas se concentram em cabeças desencarnadas, enquanto Lucas favorece representações de desfiguração humana, em oposição às criaturas fantásticas de Toole.
 
 
 
 
  - Arthur Shawcross - The Genesee River Killer
 
  A história de Arthur Shawcross e suas matanças mostra um fracasso espetacular do sistema de justiça do Estado de Nova York. Em 1972, Shawcross assassinou dois filhos em Watertown, Nova York. Ele foi pego e condenado por homicídio culposo por esses crimes atrozes. Embora tenha sido condenado a 25 anos de prisão, ele acabou cumprindo apenas 14 anos antes de ser liberado. Ele se mudou para Rochester para escapar da indignação da comunidade, onde ele começou a matar de novo. De 1988 a 1989, Shawcross assassinou 12 mulheres antes de ser preso. Ele trabalhou em desenhos coloridos, de estilo art nouveau, antes de morrer de um ataque cardíaco em 2008.

 
- Eugene McWatters
 
Eugene McWatters  foi condenado em 2004 por estuprar e assassinar Jackie Bradley, Christal Wiggins e Carrie Ann Caughey, em Port Salerno na Florida.
 
Esse seu desenho de esqueletos com capas pretas em um cemitério, foi dado à Eric Holler, que vende artes e lembranças de Serial Killers e outros assassinos no seu site Serial Killer Ink.
 
- Bobby Ray Gilbert
 
Bobby Ray Gilbert pode não ser um dos serial killers mais famosos do mundo, mais ele foi um dos assassinos mais violentos da história no fim dos anos 80. Abaixo podemos ver a reprodução impecável feita por Bobby da foto de uma atriz famosa. 
 
  
- Charles Ng
 
Depois de ser desonrosamente despedido do Corpo de Fuzileiros Navais dos EUA, Charles Ng fez amizade com um homem chamado Leonard Lake em 1983. Durante os dois anos seguintes, a dupla torturou e assassinou entre 11 e 25 mulheres em um bunker secreto na propriedade rural de Lake, na Califórnia. Após ser apreendido no Canadá, Ng foi extraditado e condenado à morte. Ainda lutando contra o seu destino, Ng passa seu tendo aulas de arte por correspondência. Suas pinturas tendem a descrever cenas marítimas e subaquáticas, com um tema recorrente de sereias em perigo.
 
 
 
- Keith Hunter Jesperson

  Conhecido como o "Assassino do Rosto Feliz" por sua assinatura de dobradores de rosto feliz em cartas provocadoras para os meios de comunicação e as agências de aplicação da lei, Keith Hunter Jesperson foi responsável pelas mortes de pelo menos 8 mulheres na década de 1990. Sua filha escreveu um livro de memórias detalhando suas incomodas memórias de infância de seu pai assassino em série. O desenho de Jesense de um bebê no berço faz escalofríos pela espinha, enquanto o espectador imagina olhando para uma criança indefesa através dos olhos de um assassino de sangue frio.

 
 
- Danny Rolling

  Em agosto de 1990, uma série de horríveis assassinatos aterrorizaram a comunidade de Gainsville, Flórida. Danny Rolling assassinou 5 jovens mulheres em suas casas, depois colocou os corpos de maneiras chocantes, bem como Alfred Gaynor. Prestar atenção ao detalhe de uma composição é algo que é importante para todos os artistas, embora geralmente não pertença a cadáveres mutilados. Após as autoridades o ligarem aos crimes, também descobriram que ele era responsável por um homicídio triplo no ano anterior na Louisiana. Antes de ser executado em 2006, Rolling conhecido como O Estripador de Gainesville passou seu tempo na prisão criando desenhos em preto e branco, resultantes de um mundo de fantasia sombrio.
 
 
 
- Charles Manson

 Embora tecnicamente Charles Manson nunca tenha realmente matado ninguém, ele foi condenado por múltiplos assassinatos através da regra da "responsabilidade conjunta" da Califórnia. Ele foi o líder de um culto satírico de hippies que foi responsável pelos assassinatos de 7 pessoas em 1969, incluindo a grávida atriz Sharon Tate. Como ele é bem conhecido por ser inclinado musicalmente, não é surpresa que Manson também recorra às artes visuais. Suas composições abstratas são lidas como paisagens coloridas das quais sua psique interior não pode escapar.
 
 
- Hebert Mullin

Hebert Mullin matou 13 pessoas no início dos anos 70, supostamente para evitar uma série de terremotos.
De acordo com Mullin, cujo aniversário coincidiria com o terremoto em São Francisco em 1906, ele precisou continuar a fazer sacrifícios de sangue com o objetivo de satisfazer  a mãe natureza; pois a Guerra do Vietnã estava acabando.
 
Embora exista algo intrigante a respeito do modo como ele monta seu panorama, fica óbvia a falta de perspectiva de Mullin para a pintura de uma paisagem tão comum.

  
- Howard Belcher
 
No início dos anos 2000, Howard Belcher um soropositivo pseudo prostituto, foi responsável por uma série de assassinatos e roubos à homossexuais afro americanos.

 
- Otis Toole
 
Otis Toole  era um incendiário e assassino em série que foi condenado por seis assassinatos. Ele foi cúmplice do assassino em série condenado Henry Lee Lucas. Ironicamente, o nome de Toole raramente foi mencionado nas controversas confissões de Henry Lee Lucas. Mas nenhum esforço foi feito para contestar a participação de Toole
 
 

- Phillip Jablonski
 
Phillip Jablonski teve uma infância dura, seu pai alcóolatra batia e sodomizava sua mãe e suas irmãs. E ainda jovem, Jablonski ameaçou estuprar uma de suas irmãs depois de ter uma ereção enquanto a estrangulava. Ele iria matar 5 mulheres ao longo de 13 anos, e conforme seus crimes iam acontecendo seu modus operandis ia evoluindo. Começou apenas atirando na primeira vítima e desfigurou completamente a última.
 
É possível ver claramente no desenho de Jablonski, os elementos que o inspirava no dia a dia. 
 
- Steven Kasler

Steven Kasler estava na prisão por roubo quando ele admitiu ter assassinado uma mulher que até então era considerada uma vítima de Oscar Ray Bolin, que estava cumprindo prisão perpétua pelo assassinato. Mas Kasler se matou antes de ir à julgamento por sua suposta autoria nesse assassinato, deixando a "bomba" para Bolin.
Nós nunca saberemos se Kasler realmente matou a mulher, ou se ele simplesmente quis ajudar o seu amigo.
 
- Tommy Lynn Sells
 
Tommy Lynn Sells também conhecido como "The Cross Country Killer", fez o seu nome cruzando os Estados Unidos e matando mais de 22 homens e mulheres em um período de 19 anos.
 
- Alfred Gaynor
 
 Entre 1995 e 1998, Alfred Gaynor assassinou pelo menos 8 mulheres na área de Springfield, Massachusetts. Ele era conhecido por posicionar suas vítimas de maneira horrível para tornar a descoberta de seus corpos tão traumatizante quanto possível. Este desenho dele, intitulado "Murder Beach", é exatamente o que se esperaria ver vindo da mente de um assassino em série que recebeu uma caixa de lápis e uma abundância de tempo livre.
 
- Gary Hednik
 
Gary Hednik sequestrou 6 mulheres e matou 2 delas durante o inverno de 86 - 87. Durante seu rompante criminoso, Hednik aprisionou uma das suas primeiras vítimas e a alimentou com os restos mortais das outras mulheres que ele mantinha em seu porão.
 
 
- Jeremy Jones
 
Em 2004, Jeremy Jones estuprou e atirou em Lisa Marie Nichols antes de incendiar a sua casa.
Essa figura demoníaca que está atrás dessa garotinha que está rezando, é no mínimo perturbadora não acha?
 
- Denis Rader
 
Denis Rader, mais conhecido como BTK, escapou da polícia por 17 anos enquanto assassinava mulheres e crianças de maneiras cada vez mais sádicas.
 
 
- David Berkowitz
 
Durante um verão em Nova York, o Filho de Sam - David Berkowitz, mudou a maneira como as pessoas viviam suas vidas na cidade que nunca dorme. O frenesi assassino de Berkowitz tirou a vida de 6 mulheres, em um reino de terror propagado por alguém com um grau grave de Ezquizofrenia.
 
Apesar dos sintomas que uma pessoa com esquizofrenia apresenta, podemos ver na escrita de Berkowitz quanto sofrimento a sua condição trazia, e o quanto ele tinha consciência de que precisava de ajuda...ajuda que nunca teve, e que de outra forma poderia ter poupado algumas vidas.
 
 
- Ed Gein

Ed Gein é um dos serial killers mais influentes que já caminharam na terra. Ele amou a sua mãe, mas não tanto quanto ele amou matar mulheres e manter na sua casa partes dos seus corpos em caixas.

Esse desenho sereno de uma instituição mental, representa uma mudança bem vinda na vida de um artista que claramente vivia no caos.


- Robert Bardo
 
Aos 21 anos de idade, a atriz Rebecca Schaeffer foi morta na porta do seu apartamento em Los Angeles pelo fã obcecado Robert Bardo em 19 de julho de 1989. O assassino americano, que havia escrito inúmeras cartas para Schaeffer e tentou vê-la sem autorização em um estúdio onde ela trabalhava; rastreou a atriz de "My Sister Sam" depois de pagar um investigador particular para obter o endereço da casa dela. Na prisão, ele desenhou uma foto do vilão do filme de terror 'Chucky' segurando uma faca em cada mão. Mais tarde, o desenho foi vendido pelo site Serial Killer Ink. Bardo permanece na prisão, cumprindo pena de morte sem possibilidade de liberdade condicional.
 

- Joseph Druce
 
Joseph Druce está cumprindo duas sentenças de prisão perpétua pelos assassinatos  de um motorista de ônibus gay e um padre pedófilo. Druce recebeu uma sentença de prisão perpétua sem condicional por matar o padre pedófilo John Geoghan em 2003, enquanto os dois estavam em um centro de correção. Ele já estava cumprindo uma sentença  de prisão perpétua por  matar um motorista de ônibus gay em 1988. Uma das imagens que ele desenhou mostra um homem decapitado deitado no chão de uma cela, enquanto um homem está de pé segurando a sua cabeça. Na imagem podemos ver  o slogan: "Pare o mal! Deixe as crianças sozinhas agora '. O desenho  'Stop the Evil' é um clássico", disse Holler. "Não é nenhum segredo que muitos vêem e mantêm Druce como um herói moderno e ele parece se divertir com isso.
 
 
 - Roderick Ferrell
 
Quatro adolescentes que a polícia afirmou terem cortado os  próprios pulsos, e bebido o sangue um do outro foram acusados ​​de matar na Flórida em 1996. Roderick Ferrell - o ex-namorado da filha das vítimas, Heather na época com 16 anos - foi acusado de assassinato enquanto os outros três foram encarregados de assistir o assassinato.
Um porta-voz da polícia disse que "parecia que eles estavam fantasiados de vampirões jogando algum RPG inofensivo".
Em 2013, Ferrell desenhou o personagem Michael Meyers, do filme de terror Jason de "Halloween".
Talentoso, não acham?
 
 
- Chané Van Heerden 
Chané Van Heerden foi condenada pelo assassinato de Van Eck, na cidade sul-africana de Welkom em 2011.
 
Van Heerden e seu cúmplice Maartens van der Merwe mataram e desmembraram  a vítima. Após o assassinato, Van Heerden usou técnicas de esfolamento que ela aprendeu enquanto caçava com seu padrasto quando era mais jovem. O casal então enterrou as partes do corpo em um cemitério local, bem como no jardim do próprio quintal. De acordo com o Independent Online, a vítima Van Eck foi decapitada, seu braço direito cortando, e ambas as pernas amputadas nos joelhos. Os olhos e os ouvidos do Sr. Eck foram encontrados na geladeira do casal.
 
Seus desenhos na prisão revelam que a assassina ainda tem interesses perturbadores:
 
"Chané van Heerden nos enviou um belo desenho de um zumbi feminino que está curtindo o ato de rasgar suas entranhas", disse Holler, criador de um site que vende itens relacionados à assassinos.
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário