Essa comunidade é o reduto das pessoas interessadas nessas duas especialidades da ciência criminal, que até então não tinham como discutir, trocar informações e novidades sobre a criminologia e psicologia forense.

Postagem em destaque

Serial Killers - Parte XI - Mitos Sobre Serial Killers Parte 6

#6: ELES SÃO TODOS BRANCOS Contrariando o mito popular, nem todos os serial killers são brancos. Serial killers existem em todos os gr...

sexta-feira, 26 de julho de 2013

RECOMENDAÇÕES DA SEMANA!

- O DIREITO NO DIVÃ


Sinopse:

"Esta obra se insere na linhagem das fronteiras do estudo combinado entre o Direito e a Psicologia. Dostoievski e Foucault, com seus pensamentos acerca do comportamento humano, alargaram a vião humanística da pessoa e do trato legal.
Tendo esse pensadores como norte, Jacob Pinheiro Goldeberg vem marcando a inteligência brasileira com suas análises ao mesmo tempo técnicas e poéticas.
A antologia que o leitor tem em mãos recolhe algus dos textos e momentos em que a concepção de mundo e de vida do autor influenciou a visão jurídica no Brasil, esmerando-se na montagem da teia sofisticada entre teoria e ação.
Merecem destaque os crimes contra a mulher, lidos de forma ousada nas palestras proferidas pelo autor nas Faculdades de Medicina, de Londres e de São Paulo, além de temas polêmicos como pedofilia, menor infrator, violência urbana, psicologia da morte, refugiados, tortura e direito de expressão." Sandra Magalhães - Psicóloga.

Autor: Goldberg, Flavio; Goldberg, Jacob Pinheiro
Editora: Saraiva

Edição : 1 / 2011
País de Origem : Brasil
Número de Paginas : 282



- Psicologia Jurídica no Processo Civil Brasileiro: A Interface da Psicologia com o Direito nas Questões de Família e Infância


A Psicologia Jurídica concilia a Psicologia com o Direito, apresentando uma interessante interface entre essas duas ciências na compreensão do comportamento humano. 

No caso de sua aplicação no Direito de Família, também analisa e compreende os contextos dinâmicos das relações familiares e as transformações sociais nas diferentes estruturas do conceito de ¿família¿. No tocante aos direitos fundamentais da criança e do adolescente, está a serviço da proteção integral desses seres em formação. 

A Psicologia Jurídica é uma ciência em expansão, e este estudo busca examinar a perícia jurídica, estabelecendo-se os critérios para a realização da prova pericial no processo civil, no tocante à admissibilidade, ao momento de pedir a prova pericial, às fraudes periciais etc. 

A perícia psicológica será enfocada quanto aos aspectos legais e finalísticos, ressaltando-se a importância das implicações éticas no exercício profissional do psicólogo, bem como a atuação do psicólogo judiciário nas Varas de Família e nas Varas da Infância. 

Não se pretende esgotar o assunto, mas abranger a maior quantidade possível de aspectos relevantes a quem tenha interesse em conhecer e obter as diretrizes para a atuação correta e ética do psicólogo jurídico (perito ou assistente técnico). 

Autor: Denise Maria Perissini
Editora:
Páginas:
Ano: 2013




Reações:

0 comentários:

Postar um comentário