Essa comunidade é o reduto das pessoas interessadas nessas duas especialidades da ciência criminal, que até então não tinham como discutir, trocar informações e novidades sobre a criminologia e psicologia forense.

Postagem em destaque

Serial Killers - Parte XI - Mitos Sobre Serial Killers Parte 6

#6: ELES SÃO TODOS BRANCOS Contrariando o mito popular, nem todos os serial killers são brancos. Serial killers existem em todos os gr...

sábado, 26 de maio de 2012

Notícias da Semana: 26/05/2012 - 01/06/2012

31/05/2012

- Pais de crianças britânicas mortas em incêndio são acusados de homicídio
Crianças tinham entre cinco e 13 anos.
Investigação revelou que chamas foram provocadas por gasolina.

O casal Mick Philpott e Mairead em foto de 16 de
maio (Foto: AP)
Os pais de seis crianças que morreram em um incêndio na casa da família em 11 de maio compareceram pela primeira vez a uma audiência com um juiz britânico depois que foram acusados de homicídio.

O tribunal de primeira instância do condado de Derbyshire do Sul (centro da Inglaterra) determinou a prisão preventiva para Mick Philpott, de 55 anos, e sua esposa Mairead, 31, que foram detidos pela polícia na terça-feira (29).

Cinco filhos do casal, com idades entre cinco e 10 anos, morreram no incêndio na madrugada de 11 de maio na casa da família em Derby. O sexto, de 13 anos, faleceu em um hospital dois dias depois.

Poucos dias depois da tragédia, o casal deu uma entrevista. Os dois, visivelmente abalados, agradeceram a todos que ajudaram no combate ao incêndio.

A polícia, que desde o início informou que não descartava a hipótese de incêndio criminoso, revelou que as chamas foram provocadas por gasolina.

Uma mulher de 28 anos e um homem de 38, detidos no dia da tragédia, foram posteriormente liberados sem acusações.

O subchefe de polícia de Derbyshire, Steve Cotterill, insistiu na quarta-feira (30), após o anúncio das acusações contra o casal Philpott, que a investigação continuava e se declarou decidido a estabelecer a verdade.

Mick Philpott já havia sido manchete dos jornais havia alguns anos, quando aparentemente vivia das ajudas sociais que recebia por ter 17 filhos, ao solicitar às autoridades uma casa maior para viver com a esposa, a amante e oito filhos.

Sua história foi contada em 2007 em um documentário da deputada conservadora Ann Widdecombe.
Fonte: G1, com agências internacionais


- O que levou o 'canibal de Miami' a atacar o morador de rua?
Especialistas especulam sobre possível influência de drogas, entre as quais a conhecida como 'sais de banho'.

A polícia de Miami ainda está investigando o chocante caso do homem que comeu o rosto de outro antes de ser morto a tiros pela polícia, no último sábado.

O homem que realizou o ataque, identificado como Rudy Eugene, de 31 anos, estava completamente nu quando o evento ocorreu.

De acordo com fontes médicas, Eugene comeu as orelhas, nariz, um globo ocular e parte do rosto da vítima, identificado como Ronald Poppo, um mendigo de 65 anos que vivia perto da rampa da ponte onde o ataque ocorreu.

Poppo, que permanece em estado crítico no Jackson Memorial Hospital, em
Miami, depois de ter perdido quase 75% do rosto, aparentemente não conhecia seu agressor.
Rudy Eugene e sua vítima, Ronald Poppo (Foto: Reuters)

No passado, ambos tiveram vários problemas com a lei por pequenos crimes.

Agora, com Rudy morto e Ronald lutando por sua vida, as autoridades podem apenas especular sobre o que levou o primeiro a cometer o crime.

Neste contexto, fontes policiais e médicas consultadas pela mídia local afirmam que, pela natureza brutal de suas ações, o atacante poderia estar sob efeito de alguma droga.

Entre as substâncias a serem considerados como os gatilhos de ataques brutais, são citadas cocaína, ecstasy e 'sais de banho'.

'Sais de banho'

Esta última, vendida ilegalmente em pacotes semelhante ao de sais de banho convencionais, é uma mistura das substâncias alucinogênicas sintéticas metilenodioxipirovalerona (MDPV) e mefedrona - que, por sua vez, também é conhecida como miau-miau.

'Nos últimos anos temos visto um grande aumento no consumo dos chamados sais de banho. Dois anos atrás foram relatados 300 casos. Este ano já são cerca de 6.000', disse à BBC o médico Paul Adams, do Jackson Memorial Hospital, em Miami.

'Seu uso provoca paranoia extrema, agitação, alucinações e força incomum', diz Paul. Segundo o médico, 'é muito difícil controlar alguém que tenha tomado estas substâncias'.

'Eles ficam tão agitados e paranoicos, e apresentam um comportamento tão psicótico, que é impossível se comunicar com eles', diz ele.

'Por exemplo, podem ser necessárias de seis a sete pessoas para controlar um homem de vinte e poucos anos e 70 quilos que tenha consumido essas substâncias, que faz com que se perca a percepção de dor.'

No ano passado, a Agência de Repressão às Drogas (DEA, por sua sigla em inglês) proibiu a venda de vários produtos químicos usados para fazer 'sais de banho'.

O problema é que a composição do fármaco varia amplamente, dependendo de quem produza.

De acordo com Patricia Junquera, professora assistente de psiquiatria na Universidade de Miami, drogas como a cocaína e os 'sais de banho' podem causar surtos de esquizofrenia, especialmente se o usuário tem uma doença mental.

'Eles são capazes de atacar as suas próprias famílias. E também de golpear a cabeça contra a parede e fazer automutilação, com cortes nos braços e pernas, porque alteram o limiar da dor', disse Junquera em conversa com a BBC.

Metabolismo acima do normal

Segundo a especialista, nos últimos anos também aumentou, na Flórida, o consumo de outra substância conhecida como 'spice' que, como os 'sais de banho', pode causar episódios de psicose grave.

'É um canabinoide sintético, vendido em postos de gasolina como incenso. Se fumado, provoca comportamento errático', disse Junqueira.

Outro detalhe que levou especialistas a considerar a possibilidade de que Rudy Eugene teria estado sob a influência de alguma droga no momento do crime é que ele estava completamente nu.

Especialistas dizem que isso pode ser devido ao consumo tanto de 'sais de banho' como de ecstasy, cocaína ou o chamado Spice, que produz um aumento significativo na temperatura do corpo.

'Quem consome essas drogas tem a sensação de estar queimando por dentro, então se despe, ou tenta se refrescar pulando na água', disse à BBC o médico Paul Adams.

'A taxa metabólica vai a 30% acima do normal, e geralmente o usuário apresenta sintomas de desidratação', disse o médico.

Por agora, devemos esperar para saber o que levou Eugene a protagonizar cenas que deixaram perplexos os norte-americanos.

Os resultados dos testes de toxicologia podem ser conhecidos dentro de semanas.
Fonte: BBC/G1




- Vítima de 'canibal de Miami' passará por meses de tratamento, diz médico
Homem fará cirurgias para reconstruir suas feições, mas será desfigurado.
Rudy Eugene arrancou a mordidas 75% rosto do sem-teto Ronald Poppo.


O sem-teto que teve o rosto mastigado em um ataque em Miami (EUA) enfrenta um perigo maior do que a infecção dos ferimentos, de acordo com especialistas em reconstrução facial. Ele vai precisar de meses de tratamento para reconstruir suas feições e será permanentemente desfigurado.

Embora graves, tais lesões faciais geralmente não são fatais. O risco mais sério para Ronald Poppo, 65, enquanto ele permaneceu internado na quarta-feira (30) foram os germes que podem ter sido introduzidos pelas mordidas do homem que o atacou. Um dos olhos de Poppo também foi arrancado.

"A boca humana é basicamente suja", disse o Dr. Seth Thaller, chefe de cirurgia plástica e reconstrutiva da Universidade de Miami Miller School of Medicine.

VídeoUm novo vídeo de uma câmera de segurança divulgado nesta quarta-feira (30) pelo jornal Miami Herald mostra detalhes do terrível ataque de um homem que
comeu o rosto de um sem-teto em Miami, no último sábado.

As imagens mostram Rudy Eugene caminhando nu ao longo na ponte da estrada MacArthur, que liga Miami Beach ao centro da cidade, antes de atacar o mendigo que dorme sob o elevado onde passa a linha de trem.

Por quase 18 minutos, Eugene bate no homem e tira a roupa dele antes de começar a mordê-lo no rosto –tudo enquanto carros e ciclistas passam pela estrada num sábado ensolarado. O ataque ocorreu próximo ao prédio do jornal (
clique para ver o novo vídeo).

Ao menos cinco pessoas que passavam pelo local ligaram para a polícia reportando a cena macabra, diz o jornal. Três ciclistas observam o ataque minutos antes da chegada do policial Jose Rivera, que atirou e matou Eugene. O tiro em si não é capturado pela câmera.

Na terça, a polícia identificou a vítima do ataque como Ronald Poppo, um sem-teto de 65 anos que vive nas ruas de
Miami há mais de 30. Com nariz, boca e olhos feridos, o homem permanece internado em estado crítico no Hospital Jackson Memorial.

O novo vídeo e informações de policiais sugerem que Eugene atacou Poppo por acaso.

Ainda não está claro o que provocou a agressão. Há suspeitas de que o homem de 31 anos estava sob efeitos de drogas estimulantes que podem provocar episódios de violência, mas não havia evidências na cena do crime. Exames toxicológicos do sangue de Eugene devem ser divulgados nas próximas semanas.

A polícia está investigando os passos de Eugene antes do ataque. Segundo a investigação, ele esteve antes em Miami Beach, durante o feriado do Memorial Day nos EUA. O carro de Eugene, um Chevrolet Caprice 1995, foi multado por estacionamento em local proibido.

Na noite anterior, Eugene esteve com a namorada em Miami Gardens. Segundo ela, ele se comportava de maneira estranha antes de deixar o local de carro. Mais tarde, ele teria ligado para a namorada para dizer que o carro tinha quebrado.
Fonte: G1


- Adolescentes suspeitos de crime sexual são liberados em Jardinópolis
Menores foram ouvidos nesta quinta-feira (31) no fórum da cidade.
Suspeita é que garota de 15 anos foi acariciada em banheiro de escola.


Quatro adolescentes, entre 13 e 16 anos, suspeitos de abusarem sexualmente de uma garota de 15 anos dentro do banheiro de uma escola municipal foram liberados para os responsáveis após serem ouvidos na tarde desta quinta-feira (31) no Fórum de Jardinópolis (SP).

Segundo a Polícia Civil, os meninos levaram a vítima para um banheiro e “acariciaram seu corpo”. A Polícia Militar foi chamada pela direção da escola Américo Salles Oliveira. Eles foram ouvidos pelo delegado da cidade e transferidos para o Núcleo de Atendimento Integrado (NAI) de
Ribeirão Preto (SP).

O superintendente de ensino de Jardinópolis, Vinícius Simões, informou que a Secretaria da Educação vai aguardar a decisão da Justiça para tomar as medidas cabíveis contra os alunos.

A promotora da Infância e Juventude Tânia de Andrade, responsável pelo caso, decidiu não comentar o caso para resguardar a privacidade dos suspeitos e da vitima.
Fonte: G1 Ribeirão e Franca



- Homem confessa ter comido coração e cérebro de outro nos EUA
Alexander Kinyua, 21, matou homem com quem dividia a casa, diz jornal.
Ele confessou após cabeça e mãos humanas serem encontradas no local.


Um estudante de 21 anos do estado de Maryland, EUA, foi acusado de homicídio nesta quinta-feira (31) após confessar à polícia ter comido o coração e partes do cérebro de um homem, segundo o “Baltimore Sun”.

De acordo com a polícia, Alexander Kinyua e Kujoe Bonsafo Agyei-Kodie, 37, moravam na mesma casa em Joppe, cidade a 27 km de distância de Baltimore, onde Alexander estudava.

Kujoe estava desaparecido há quase uma semana e, nesta terça-feira (29), o irmão de Kinyua encontrou restos humanos no porão da casa e acionou a polícia.
Fonte: G1/SP



30/05/2012

- Justiça determina que filho de Eliza Samudio deve ficar com a avó
Foragido, o avô reivindicava a guarda da criança na Justiça.
Caso foi apreciado pela 1ª Vara da Família de Foz do Iguaçu, no Paraná.

Sônia segurando Bruninho no colo em seu
aniversário de 1 ano, em MS.
(Foto: Produção/ TV Morena)

A Justiça determinou nesta quarta-feira (30) que o filho da modelo Eliza Samudio, desaparecida desde junho de 2010, com o goleiro Bruno Fernandes deve ficar definitivamente com a avó materna, Sônia de Fátima Moura.

No processo que tramitou em segredo de Justiça na 1ª Vara da Família de Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná, o avô materno, Luíz Carlos Samudio, também reivindicava a guarda da criança, que hoje tem dois anos. Sônia já era responsável por Bruninho graças a uma decisão liminar.
Os dois residem no distrito de Anhanduí, a 50 quilômetros de Campo Grande, capital de Mato Grosso do Sul.

Ao G1, a advogada da avó, Maria Lúcia Borges Gomes, afirmou que por meio do advogado o avô reconheceu que o neto está bem e concordou que a avó permanecesse com a guarda da criança. A jurista declarou também que Luíz Carlos Samudio não tem condições de criar a criança uma vez que possui débitos com a Justiça. Ele foi condenado por abusar sexualmente da filha mais nova. A prisão preventiva foi decretada em maio de 2011 e desde então ele é considerado foragido.

A briga pela guarda da criança começou após o desaparecimento da modelo. Eliza Samudio foi vista pela última vez no sítio de Bruno, em Esmeraldas, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Desde então o atleta cumpre prisão provisória.
Nesta terça-feira (29), a Justiça mineira concedeu liberdade condicional a Bruno. O benefício refere-se ao processo de cárcere privado e lesão corporal cujo atleta foi condenado a quatro anos e seis meses de prisão. Mesmo assim, ele não pode sair da prisão. Isso só poderá ocorrer após o julgamento de um pedido de habeas corpus pelo Supremo Tribunal Federal (STF) relacionado ao desaparecimento e morte de Eliza Samudio.

Relembre o caso
Eliza Samudio
O goleiro Bruno Fernandes e mais sete réus vão a júri popular no processo sobre o desaparecimento e morte de Eliza Samudio, ex-namorada do jogador. Para a polícia, Eliza foi morta em junho de 2010 na Região Metropolitana de Belo Horizonte, e o corpo nunca foi encontrado. Em fevereiro de 2010, a jovem deu à luz um menino e alegava que o atleta era o pai da criança.

O goleiro, o amigo Luiz Henrique Romão – conhecido como Macarrão –, e o primo Sérgio Rosa Sales vão a júri popular por sequestro e cárcere privado, homicídio triplamente qualificado e ocultação de cadáver. Sérgio responde ao processo em liberdade. O ex-policial Marcos Aparecido dos Santos, o Bola, também está preso e vai responder no júri popular por homicídio duplamente qualificado e ocultação de cadáver.

Dayanne, ex-mulher do goleiro; Wemerson Marques, amigo do jogador, e Elenílson Vítor Silva, caseiro do sítio em
Esmeraldas, respondem pelo sequestro e cárcere privado do filho de Bruno. Já Fernanda Gomes de Castro, outra ex-namorada do jogador, responde por sequestro e cárcere privado de Eliza e do filho dela. Eles foram soltos em dezembro de 2010 e respondem ao processo em liberdade. Flávio Caetano Araújo, que chegou a ser indiciado, foi inocentado.

Segundo o Tribunal de Justiça de
Minas Gerais (TJMG), não há previsão de data para o julgamento do caso Eliza Samudio.
Fonte: G1/PR


- Garota de 15 anos é assassinada pelo ex-namorado em Avaré, SP
O crime foi nesta quarta-feira (30).O rapaz de 21 anos se matou em seguida.

Uma adolescente de 15 anos foi assassinada nesta quarta-feira (30) pelo ex-namorado em Avaré (SP). O crime foi na casa do agressor, no bairro Duílio Gambini. Após atirar contra a menor, o rapaz de 21 anos cometeu suicídio.

De acordo com a Polícia Militar, a denúncia apontava uma tentativa de homicídio. Quando os policiais chegaram ao local, encontraram a menor e o rapaz feridos. Ambos foram socorridos. O jovem morreu durante o trajeto, já a garota foi a óbito durante à tarde.

A mãe da vítima relatou aos policiais que estava com a filha no Centro da cidade quando encontraram com o rapaz. Ele então pediu para que a menina levasse um pacote de cigarro até a casa dele e o entregasse para a mãe dele. As duas atenderam ao pedido, mas quando chegaram à residência, o agressor apareceu e tentou levar a menina à força para dentro da casa.

Com a resistência da mãe e filha, o rapaz sacou um revólver e atirou contra a mãe da menina, errando o disparo. Em seguida atirou contra a garota ferindo–a na cabeça. Em seguida, ele atirou também contra a própria cabeça.

Ainda segundo a polícia, a mãe da menina afirmou que foi encontrada uma carta escrita pelo rapaz relatando a intenção de cometer o crime devido ao fim do relacionamento. A carta ainda não chegou até a polícia.
Fonte: Itapetininga e Região




- Corpo de homem morto em festa é encontrado em Cláudio, MG
Suspeito confessou ter cometido o crime por ciúmes da esposa.
A polícia faz buscas para localizar outros possíveis envolvidos.


O corpo de um homem que foi morto a facadas na segunda-feira (28), em Cláudio, no Centro-Oeste do estado, foi encontrado na tarde desta quarta-feira (30) dentro de uma vala da Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa). De acordo com a Polícia Militar, o corpo da vítima, de 35 anos, estava enrolado em uma lona e coberto de terra.

Um suspeito já foi preso. Ele confessou ter matado o homem durante uma festa, por ciúmes da esposa. A polícia faz mais buscas para localizar outros possíveis suspeitos do crime. A vítima tinha passagens pela polícia por furtos, embriaguez ao volante e lesão corporal.
Fonte: G1 do Triângulo mineiro.


- Jovem confessa que matou a própria mãe grávida

Um adolescente de 14 anos assumiu que matou a própria mãe, grávida de sete meses, com 13 facadas. O crime, ocorrido há oito meses em Uberlândia, no Triângulo Mineiro, foi testemunhado por um irmão do jovem, de 4 anos. O caso foi encaminhado nesta quarta-feira à Justiça, que ainda vai decidir o destino do adolescente.

Segundo a Delegacia de Homicídios da cidade, foi o próprio menor quem acionou a Polícia Militar (PM) em 25 de setembro de 2011 alegando que havia encontrado a mãe, Gislene Alves da Silva, de 31, morta dentro de casa. Apesar de ter testemunhado o crime, o garoto menor ficou em choque e não conseguiu dar informações precisas sobre o que ocorreu.

A principal suspeita, na ocasião, foi de que Gislene havia sido morta pelo companheiro, que é pai do menino e do bebê em gestação. Porém, segundo a polícia, o rapaz, de 33 anos, apresentou um álibi "convincente", segundo o delegado Luciano Alves dos Santos, responsável pelo inquérito. Porém, de acordo com o policial, o contexto do crime era "intrigante" e os agentes direcionaram as atenções para o adolescente, "que acabou confessando o crime".

Para a polícia, o jovem matou a mãe por ciúme da gravidez e por estar revoltado de já ter que ajudar a cuidar de um irmão. Ao confessar, porém, o garoto alegou que matou a mãe após uma discussão, que fez a vítima desmaiar. Ele disse que esfaqueou Gislene com ela ainda desacordada e entregou a faca usada no crime, que havia jogado no telhado de um vizinho.
Fonte: Agência Estado



- Homem mata amante e enterra corpo no quintal de casa, diz polícia na BA
Suspeito matou a vítima, que estava grávida de 4 meses, em Alagoinhas.
Morte ocorreu em um motel e homem levou corpo para enterrar em casa.

A Polícia Civil da Bahia divulgou nesta quarta-feira (30) que um homem suspeito de matar a amante, de 25 anos, e enterrá-la no quintal de sua casa na cidade de Alagoinhas, cidade localizada a cerca 110 km de Salvador, se apresentou à polícia na segunda-feira (29), no município de Rio Real. De acordo com informações da polícia, o suspeito atraiu a mulher para um motel e a matou por asfixia. O crime teria sido provocado porque o suspeito não concordava com a gravidez da vítima, que já estava no quarto mês de gestação.

Segundo a polícia, o suspeito é noivo de outra mulher e não queria que a vítima mantivesse a gravidez. Após assassinar a mulher, o homem escondeu o corpo na mala do carro e depois enterrou no fundo da casa em que morava com os pais. Depois do assassinato, ele fugiu para a cidade de Rio Real. A família do suspeito percebeu a terra mexida no quintal, sentiu um forte mau cheiro e chamou a polícia que encontrou o corpo na manhã de domingo (27).

A polícia ainda informou que a vítima desapareceu na quarta-feira (23), após sair da loja em que trabalhava para encontrar com o suspeito. O sumiço da mulher chamou a atenção dos familiares, que acionaram a polícia. Ainda de acordo com informações da polícia, o suspeito chegou a forjar uma carta com a assinatura da vítima, em que ela declarava estar grávida de outro homem.

O homem está preso no Complexo Policial de Alagoinhas à disposição da Justiça e deve responder por homicídio triplamente qualificado.
Fonte: g1/BA


- Ator pornô é suspeito de enviar partes de corpo pelo correio no Canadá
Ator teria matado homem e enviado mão e pé para sede de partido.
O tronco da vítima foi encontrado no prédio onde suspeito mora.

Um ator pornô é suspeito de matar um homem e de enviar partes de seu corpo pelo correio em Montreal, no
Canadá, relata a imprensa local.

A polícia do país procura Rocco Luka Magnota, ator pornô de 29 anos, sob suspeita matar um homem e enviar um pé e uma mão da vítima pelo correio nesta terça-feira (29). O pé chegou à sede do Partido Conservador do país e a mão foi achada no correio e não teve o destino divulgado. No mesmo dia, uma mala com o tronco de um homem foi encontrada atrás do prédio onde Magnota mora há quatro meses, em um apartamento alugado, segundo a emissora CP24.

A polícia confirmou que as três partes são da mesma pessoa e acredita que Magnota conhecia a vítima, afirma a emissora. O ator não tem passagem pela polícia, mas é conhecido por vídeos polêmicos na internet, relata a imprensa local.
Fonte: G1/SP


- Disque-Denúncia divulga cartaz de suspeito de estuprar menor no Rio
Criminoso é suspeito de estuprar uma adolescente em Benfica, no dia 17.
Segundo Disque-Denúncia, ele ficou preso por 13 anos pelo mesmo crime.

Disque-Denúncia divulgou cartaz de suspeito de
estuprar adolescente (Foto: Divulgação
/Disque-Denúncia)

O Disque-Denúncia divulgou, nesta quarta-feira (30), um cartaz com recompensa de R$ 2 mil por informações que levem à localização de Sidnei Lopes de Oliveira, acusado de estuprar uma adolescente em Benfica, na Zona Norte do Rio de Janeiro. Segundo o Disque-Denúncia, o criminoso esteve preso por 13 anos pelo mesmo crime.

A polícia informou que o crime aconteceu no dia 17 de maio e a menor chegou a dar entrada no Hospital municipal Souza Aguiar, no Centro.

Policiais da Delegacia de Proteção a Criança e ao Adolescente foram até a residência do suspeito com um mandado de busca e apreensão, mas o criminoso não estava no local. Ainda de acordo com o Disque-Denúncia, contra ele existe um mandado de prisão pendente.

Quem tiver informações sobre o paradeiro de Sidnei, ligue para o Disque-Denúncia (2253-1177), o anonimato é garantido.
Fonte: G1/RJ



- Polícia divulga fotos de dois suspeitos de homicídios no Recife
DHPP pede ajudar da população do Ibura para identificar suspeitos.
Um deles teria assassinado jovem em quadra de uma escola.


O Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) divulgou, nesta quarta-feira (30), as fotos de dois homens procurados por envolvimento em homicídios no Recife. Os crimes teriam sido cometidos por causa de dívidas do tráfico de drogas na região do bairro do Ibura, na Zona Sul da capital pernambucana. Um deles teve a prisão preventiva decretada.

De acordo com informações da polícia, os dois são suspeitos de participar de uma quadrilha que venderia crack no Ibura, em Jardim Monte Verde e Três Carneiros. A delegada Vilaneida Aguiar contou que um dos jovens teria assassinado um adolescente de 17 anos no ano passado.

O outro suspeito teria praticado dois homicídios no último domingo (27). Ele teria
assassinado um jovem na quadra da Escola Estadual Professor Jordão Emerenciano, localizada na Avenida Angra dos Reis, UR-2, no Ibura, durante a manhã. O outro crime aconteceu no fim da tarde, em Três Carneiros.

“Liguem para o disque-denúncia [3421-9595], denunciem esses indivíduos que estão praticando esses homicídios e tentativos na localidade, porque muito vai nos ajudar na apuração, na investigação e, inclusive, no indiciamento dos demais que ainda estão com o inquérito em procedimento”, contou a delegada Vilaneida Aguiar.
Fonte: G1/PE



26/05/2012

- Quatro suspeitos ligados à morte de jovem são soltos pela polícia em MT

Adolescente de 16 anos desapareceu no dia 21 de dezembro em Cuiabá.
Suposta ossada de adolescente foi encontrada na manhã de sexta-feira.


Polícia trabalha com hipótese de chantagem ou
ciúmes (Foto: Arquivo pessoal)

Quatro das oito pessoas que foram presas suspeitas de ter envolvimento no desaparecimento da adolescente Maiana Mariano Vilela, de 16 anos, foram liberadas pela Polícia Civil na noite desta sexta-feira (25). Conforme a polícia, eles foram soltos porque não havia provas da participação direta no crime, apesar de que eles sabiam da suposta morte da garota. Mesmo com a liberação, os suspeitos continuam sendo investigados pela Polícia Civil e podem ser indiciados.

Os dois homens suspeitos de assassinar a adolescente receberam R$2,5 mil cada um para executar o crime, segundo as investigações da Delegacia de Homicídios de Proteção à Pessoa (DHPP) de Cuiabá. A menina desapareceu há cinco meses, sendo vista pela última vez sacando R$ 400 em uma agência bancária na capital.

Oito pessoas que teriam algum tipo de envolvimento no assassinato da garota foram presas nesta sexta-feira (25), por decreto da Vara Especializada de Violência Doméstica e Familiar de Cuiabá. Quatro foram soltos e os outros ouatro suspeitos já foram encaminhados para presídios de Cuiabá onde devem ficar presos por 30 dias.

As investigações comandadas pela delegada Anaíde Barros apontam que um empresário de 38 anos, que era namorado da adolescente, e a ex-mulher dele, de 36 anos, são os mandantes do crime. Além do casal, os supostos executores do homicídio permanecem presas.

A DHPP trabalha com a hipótese de chantagem ou ciúmes. “Ela [Maiana] estava aguardando há um tempo receber um apartamento. Então acreditamos que a chantagem seja por esse apartamento”, pontuou Anaíde.

Os dois suspeitos de matar a garota confessaram em depoimento que receberam R$2,5 mil cada um para asfixiar Maiana. “Nós temos provas suficientes para comprovar o crime. Temos interceptações telefônicas e mensagens”, completou a delegada.

O suposto corpo da jovem foi localizado enterrado no meio da mata, próximo a uma estrada de chão, na região da chamada Ponte de Ferro, no Distrito do Coxipó do Ouro em Cuiabá.
Segundo a Polícia Civil, o corpo estava em uma cova rasa. A ossada foi recolhida pelo Instituto de Medicina Legal (IML), que fará exames para constatar a causa da morte e confirmar a identidade da jovem.

“Recebemos um laudo preliminar do exame odontológico e tem a confirmação de 80% de ser o cadáver da Maiana”, disse Barros. O mandado de prisão das oito pessoas é temporário por 30 dias, mas poderá ser prorrogado.

MorteConforme as investigações, na tarde do dia 21 de dezembro o empresário pediu para a adolescente levar R$ 400 para o caseiro da chácara da família, na região do Altos da Glória. Mas na verdade quem estava aguardando a menina era o suspeito de ser o assassino e não o caseiro. Usando um pedaço de pano, conforme a polícia, o suspeito asfixiou a adolescente ainda na chácara e depois ocultou o corpo.
Fonte: G1/MT



- Homem é preso acusado de estupro em estacionamento do GaleãoVítima é uma jovem de 20 anos e mora na Ilha do Governador.
Com o suspeito, foram apreendidas uma pistola e uma espingarda.


Policiais da Delegacia do Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro (DAIRJ) prenderam, na manhã deste sábado (26), um homem acusado de estuprar uma jovem de 20 anos, dentro do estacionamento do Galeão, na Ilha do Governador. O crime aconteceu no dia 9 de maio, no setor E-04 do estacionamento, conhecido como "poeirão", por ser um local pouco movimentado.

O homem preso é Anderson Silva do Nascimento, 41 anos. Segundo a polícia, a vítima, moradora do Morro do Dendê, também na Ilha do Governador, foi ameaçada com uma pistola calibre 765 e obrigada a entrar em um Fiat Siena. Ela caminhava pela Praia da Brisa em direção à sua escola. Em seguida, o criminoso a levou até o aeroporto, onde praticou o estupro.

O suspeito foi preso em casa. No local também foram apreendidos o carro, uma pistola e uma espingarda calibre 12. Anderson foi preso em flagrante por porte ilegal de armas de fogo e vai cumprir prisão temporária de 30 dias por estupro.
Fonte: G1/RJ


- Assassino confesso de menino em Nova York: monstro ou impostor?

NOVA YORK, 26 Mai 2012 (AFP) -A justiça americana enfrenta a complexa tarefa de determinar se o homem que confessou, esta semana, ter assassinado o menino Etan Patz, desaparecido em 1979 em Nova York, é um monstro que ocultou o crime mais de 30 anos atrás ou um louco que inventou tudo.

Pedro Hernández, um portorriquenho de 51 anos, contou à polícia na quarta-feira ter estrangulado Etan Patz, de 6, no sótão de sua loja de alimentos perto da parada do ônibus escolar para onde se dirigia o menino naquele 25 de maio no bairro do SoHo, no sul de Manhattan.

O homem foi acusado formalmente na sexta-feira de homicídio doloso, embora haja dúvidas neste caso, que deixou marcas profundas na consciência coletiva dos Estados Unidos.

As autoridades acreditam que as declarações de Hernández, um homem casado pela segunda vez e pai de três filhos, são suficientemente confiáveis para avançar na investigação.

Mas o promotor Cyrus Vance Jr., que no ano passado sofreu uma retumbante derrota no caso de assédio sexual contra o ex-diretor gerente do FMI, Dominique Strauss-Kahn, admitiu que há "muito mais a investigar" e que isto "será feito de forma cautelosa e comedida".

O advogado de Hernández já obteve autorização do juiz para que seu cliente seja submetido a uma avaliação psiquiátrica.

Segundo a defesa, Hernández, que deu entrada a um hospital na sexta-feira, teve "diagnósticos de esquizofrenia e distúrbio bipolar" e conta com um "histórico de alucinações, tanto visuais quanto auditivas".

Sem os restos mortais do menino - que provavelmente nunca serão encontrados, segundo a polícia - ou outra evidência física do crime, a promotoria terá que se apoiar em testemunhos para construir uma acusação sólida contra Hernández, que tinha se mudado para Nova Jersey (leste dos Estados Unidos) pouco tempo depois do desaparecimento de Etan.

No sábado, a imprensa local divulgou declarações de parentes e vizinhos que dariam sustentação à confissão do preso.

Norma Hernández, uma de suas irmãs, citada pelo The New York Times, e que mora em Nova Jersey, afirmou que Pedro havia confessado, antes, ter matado um menino, mas a família não o denunciou para a polícia para evitar problemas.

Segundo a mulher, ele nunca confessou o crime para ela. "Se tivesse dito algo para mim, estaria na prisão", afirmou.

Um vizinho do bairro, Roberto Monticello, que tinha 16 anos na ocasião, disse lembrar que "todo mundo, exceto Pedro" tinha se mobilizado nas horas e dias seguintes para procurar por Etan, segundo o tabloide The New York Post.

"Pedro ficava na porta, olhando para nós. Pensando em perspectiva, parece estranho. Todo mundo estava procurando. Mas ele não", disse Monticello, para quem Hernández "era o tipo de cara que a gente sabe, mesmo como jovem, que um dia vai explodir".

Hernández é o terceiro homem identificado como suspeito no caso, mas o primeiro a ser acusado.

Etan Patz foi declarado formalmente morto em 2001 e três anos depois, sua família venceu um julgamento civil de dois milhões de dólares contra José Antonio Ramos, namorado da babá do menino e que atualmente está na prisão por abuso de menores.
Fonte: France Presse


- Bebê é encontrado em saco plástico em estação do metrô no DFBombeiros dizem que criança estava morta quando chegaram ao local.
Menino foi abandonado na estação de metrô de Taguatinga Norte.


Um bebê foi encontrado dentro de sacos plásticos na manhã deste sábado (26) na estação de metrô de Taguatinga Norte, perto da antiga rodoviária da cidade. De acordo com o Corpo de Bombeiros, o menino já estava morto quando eles chegaram ao local.

O bebê foi encontrado por um funcionário da limpeza do metrô. A 17ª Delegacia de Polícia está investigando o caso e vai apurar se câmeras registraram o momento em que o bebê foi abandonado.

No início da semana, um
bebê recém-nascido foi encontrado na esquina de uma rua da quadra 2 do Setor Oeste do Gama. A menina foi encaminhada pelos bombeiros para o Hospital Regional do Gama e mantém quadro de saúde estável, segundo informações do berçário.
Fonte: G1 DF, com informações do DFTV


- Atirador abre fogo contra multidão e mata dois na FinlândiaOs dois jovens que morreram também tinham 18 anos.
O atirador foi preso, mas ainda não foi divulgado o motivo do crime.


FinlândiaUm atirador abriu fogo contra uma multidão na vila de Hyvinkaa, na Finlândia. Duas pessoas morreram e sete ficaram feridas. O rapaz de 18 anos atirou com um rifle do alto de um telhado. A maioria dos feridos eram adolescentes que estavam em frente a bares e casas noturnas nesta madrugada. Os dois jovens que morreram também tinham 18 anos. O atirador foi preso, mas ainda não foi divulgado o motivo do crime.
Fonte: Jornal Hoje





Reações:

0 comentários:

Postar um comentário