Essa comunidade é o reduto das pessoas interessadas nessas duas especialidades da ciência criminal, que até então não tinham como discutir, trocar informações e novidades sobre a criminologia e psicologia forense.

Postagem em destaque

Serial Killers - Parte XI - Mitos Sobre Serial Killers Parte 6

#6: ELES SÃO TODOS BRANCOS Contrariando o mito popular, nem todos os serial killers são brancos. Serial killers existem em todos os gr...

domingo, 11 de setembro de 2011

NOTÍCIAS DA SEMANA - CRIMES


16.09.2011
- Homem é procurado nos EUA por cortar as nádegas de 9 mulheres
Washington, 16 set (EFE).- A Polícia americana está buscando um homem supostamente de nacionalidade peruana acusado de ter cortado com um canivete as nádegas de pelo menos nove mulheres desde fevereiro no condado de Fairfax, no estado da Virgínia, informou nesta sexta-feira à Agência Efe uma fonte da Polícia local.

O homem, de 40 anos e identificado como Johnny D. Guillén Pimentel, supostamente atacou entre janeiro e julho passado pelo menos nove mulheres, todas elas jovens, enquanto passeavam por shoppings da cidade.

Segundo detalha a Polícia do condado de Fairfax em seu site, onde exibe uma foto do suspeito, os detetives obtiveram autorização para prendê-lo no último dia 7 de setembro, mas temem que Pimentel possa ter se mudado para outra região ou mesmo mudado de estado.

De acordo com a imprensa do Peru, o homem conhecido como 'corta-nádegas' tem nacionalidade peruana e sofreria de parafilia, um padrão de comportamento sexual no qual, em geral, a fonte predominante de prazer não está no ato sexual, mas em alguma outra atividade. 
Fonte: Agencia EFE


- Presa dupla suspeita de matar jovem de 16 anos em SP
Dois homens foram presos hoje suspeitos de matarem uma estudante de 16 anos, em São Bernardo do Campo, região metropolitana de São Paulo. O crime ocorreu na madrugada de ontem, dentro de uma construção na região. A jovem foi morta com um corte de canivete no pescoço. A polícia investiga se a vítima foi abusada sexualmente, já que uma camisinha usada foi encontrada no local. Os suspeitos foram levados para o 1º Distrito Policial de São Bernardo do Campo e responderão por homicídio qualificado por motivo fútil.
Fonte: Agencia Estado



- Suspeito de torturar enteado de 3 anos é preso no RJ

Um homem foi preso, hoje, no Rio de Janeiro, suspeito de torturar o enteado de três anos de idade, em Guaratiba, na zona oeste. O crime aconteceu no dia 2 de outubro do ano passado, na residência do suspeito. De acordo com a Polícia Civil, o agressor bateu no garoto após a criança ter feito xixi na cama. O menino passou por exames e a 4ª Vara Criminal expediu um mandado de prisão preventiva contra o suspeito. A mãe do menino foi denunciada pelo mesmo crime, devido a sua omissão em relação ao ocorrido.
Fonte: Agencia Estado


- Suspeito de oito estupros é preso na Grande Vitória
Homem se diz arrependido dos crimes e avisa que vai falar em juízo.
Polícia chegou até ele depois de rastrear e bloquear a uma conta bancária.


Um suspeito de, pelo menos, oito estupros no Espírito Santo foi preso na tarde desta sexta-feira (16). Wanderley Oliveira da Silva, de 37 anos, estava sendo procurado pela polícia desde maio. Segundo o delegado Marcelo Nolasco, da Delegacia Crimes Contra à Criança e ao Adolescente, ele estava foragido na Bahia. Ele foi detido dentro de uma agência do Banco do Brasil, em Coqueiral de Itaparica, em Vila Velha.

Questionado sobre o crime, Wanderley falou pouco. "Estou muito arrependido. E só vou me pronunciar perante o juiz", disse o suspeito. De acordo com o delegado, Wanderley foi encontrado após a polícia rastrear e bloquear a conta bancária de uma das vítimas. O criminoso fez o que a polícia esperava. Ele foi até a agência e acabou preso.

Segundo a polícia, o criminoso agia em Cariacica e Vila Velha. "Ele cometia roubos à mão armada. Encontramos vários frutos de roubos na casa dele. Além disso, ao que tudo indica, ele é estelionatário", diz Nolasco.
Fonte: G1 ES, com informações da TV Gazeta



- Policial civil é presa em flagrante por homicídio em Curitiba, diz Sesp
Ela é suspeita de atirar em um homem no Centro, nesta sexta (16).
Mulher foi levada para Delegacia de Homicídios, onde vai depor.


Um homem foi morto a tiros na tarde desta sexta-feira (16), no Centro de Curitiba. A principal suspeita do crime, presa em flagrante, é uma policial civil. De acordo com informações preliminares, houve uma discussão e, logo depois, ela fez os disparos.

A Secretaria de Estado de Segurança Pública do Paraná (Sesp) confirma a prisão da policial e também que foi levada para a Homicídios, onde é ouvida pela delegada-chefe Maritza Haisi.
Fonte: G1/PR


- Família vende programa sexual com menina a R$ 2, diz conselho no CE
Adolescente teve filho há 36 dias e está sob guarda do conselho tutelar.
Suspeito de abusar sexualmente da menina foi preso nesta quinta-feira (15).


Mãe há 36 dias, uma adolescente de 12 anos que diz ter sido explorada sexualmente pela família foi encaminhada para o conselho tutelar do município de Ipu, a 294 km de Fortaleza, na quinta-feira (15). Segundo o delegado do município de Ipu, Francisco Miguel Sales, a garota relatou em depoimento que algumas de suas irmãs vendiam programas sexuais com a menina com preços de R$ 2,00 a R$ 20,00. O conselho tutelar acompanha o caso desde 2010

Também na quinta-feira, um homem de 56 anos cunhado da adolescente foi preso suspeito de ter mantido relações sexuais com a garota. De acordo com o delegado Sales, a jovem diz que o suspeito oferecia presentes e prometeu criar o filho da garota e, desta forma, as investidas sexuais eram consentidas. “Consensuais ou não, ele vai responder por estupro de vulnerável e favorecimento da prostituição ou outra forma”, afirma o delegado.

Segundo o delegado, a garota mora com uma irmã e com o cunhado, tendo ainda outros 11 irmãos. A adolescente engravidou aos 11 anos e aponta um dos homens a quem era vendida como o pai da criança.

Conselho tutelar acompanha caso desde 2010
O conselheiro tutelar de Ipu, Francisco Gilvan Farias, que acompanha o caso desde janeiro de 2010, diz que a garota participava de um projeto que o Conselho realiza na comunidade para erradicação das drogas. "O instrutor percebeu que ela tinha um comportamento anormal. Ela era assustada", afirma.

Ao procurar a escola, o conselho tutelar ouviu de professores que também haviam notado o comportamento estranho da menina. "A gente começou a acompanhar e tivemos informações de que ela era explorada sexualmente e, diante de tudo isso, ela engravidou. Ficamos chocados por serem irmãs, algumas senhoras casadas e os pais sabendo de tudo", diz o conselheiro tutelar.

Gilvan Farias lembra que o caso foi levado ao Ministério Público, mas argumenta que as estruturas do MP no município são precárias, o que levou ao conselho tutelar a aguardar decisões. "Nesse período, nós a tiramos da casa dos pais colocamos para morar com outra irmã, que não estaria envolvida", recorda.

Após alguns meses, outra irmã da menina procurou o conselho tutelar, segundo Gilvan, afirmando que estava cuidando da criança. O conselheiro afirma que continuou acompanhando a situação da menina e que ficou pasmo com uma nova revelação, na última segunda-feira (12). "A criança acabou dizendo que o marido dessa irmã com quem ela estava morando atualmente mantinha relações com ela e a explorava. A irmã sabia de tudo. Isso é o que mais choca", diz.

Com isso, o conselho tutelar levou o caso à delegacia, onde o cunhado da menina está preso. "Ele chegou a abusar da menina quando ela estava de resguardo", ressalta Gilvan. O conselheiro diz acreditar que todos devem ser processados: os pais, as irmãs e oito homens que teriam abusado sexualmente da menina.

A menina, segundo o conselheiro, está bastante abalada. Ele afirma ainda que "infelizmente" esse caso ainda tem um desdobramento que vai começar a ser apurado pelo conselho tutelar. "Ela sofreu muitos maus tratos e era muito calada. Mas ontem ela resolveu abrir o jogo. Ela disse que tem outra irmã de nove anos, que a família também estava começando a explorar", revela.
Fonte: G1/CE


- Continua Julgamento de acusado de matar menino de cinco anos por vingança
(13h30) Prossegue no Tribunal do Júri de Brasília, o julgamento de Deivid Cardoso dos Santos, acusado de participação no homicídio de uma criança de cinco anos, na Estrutural, em 2009. A sessão plenária começou por volta das 9h30 e, ainda pela manhã, foram ouvidas as testemunhas, o réu foi interrogado e Ministério Público iniciou os debates.

No momento acontece o intervalo para o almoço. Em seguida, a defesa terá o prazo de 1h30 para se manifestar. Havendo caso de réplica e de tréplica, o promotor e o defensor terão mais uma hora cada um, para debates. Após os debates, o Corpo de Jurados se reunirá para dar o veredicto, em votação secreta, e então, o juiz, de acordo com a decisão soberana do Conselho de Sentença, proferirá a sentença final.

A promotoria pede a condenação do réu baseada na tese de que o crime teria sido executado por meio cruel e cometido de forma a impossibilitar a defesa da vítima.

A defesa pede a absolvição do rapaz baseada na negativa de autoria.

Nº do processo: 2010.01.1.002800-2
Fonte: Tribunal de Justiça do Distrito Federal e territórios/ JusBrasil




- Corpo da publicitária assassinada é velado nesta sexta-feira (16) em GO
Velório foi realizado no Cemitério Vale do Cerrado, na saída para Trindade.
De acordo com a polícia, a publicitária foi morta por estrangulamento.


O corpo da publicitária assassinada na quinta-feira (15), em Goiânia, foi velado na manhã desta sexta-feira (16,) no Cemitério Vale do Cerrado, na saída para Trindade, na Região Metropolitana. A previsão é de que o corpo seja enterrado no mesmo local na tarde desta sexta-feira.

A publicitária de 34 anos foi encontrada morta no porta-malas do próprio carro, por volta das 12h de quinta-feira (15), no Bairro Ilda, em Aparecida de Goiânia, na Região Metropolitana. Segundo a Polícia Militar (PM), o carro estava estacionado dentro da casa do principal suspeito, um ex-presidiário de 39 anos que é membro da igreja onde o pai da vítima é pastor.

De acordo com a polícia, a publicitária foi morta por estrangulamento. Ao chegarem ao local, os policiais encontraram a vítima amordaçada e com os pés amarrados.

Segundo a Polícia, o suspeito tem cinco passagens por homicídio, uma por roubo, uma por furto e um mandado de prisão pela Lei Maria da Penha.

Um dos familiares da vítima, que não quis se identificar, acredita que o suspeito tenha planejado o crime: “Ele premeditou isso. Disse que estava indo levar um recado de Deus para ela. Só pode ser um monstro usar a palavra de Deus para cometer isso.”
Fonte: Jornal Anhanguera, 1° edição/ G1


- Cuidadora de idosos é suspeita de matar mulher de 91 anos em Salvador
Vítima foi encontrada morta dentro de casa, no dia 8 de setembro.
Suspeita de 40 anos foi apresentada pela Polícia Civil nesta sexta-feira

Uma mulher de 41 anos, que trabalhava como cuidadora de idosos é suspeita de ter matado uma senhora de 91 anos no bairro do Barbalho, em Salvador. Ela foi presa na quarta-feira (14), na cidade de Santo Antônio de Jesus, a 184 km da capital, e foi apresentada pela Polícia Civil na manhã desta sexta (16) na sede do Departamento de Homicídios e Proteção a Pessoas (DHPP), no bairro da Pituba.

De acordo com a delegada Joana Angélica, que investiga o caso, o crime aconteceu no dia 8 de setembro, na casa da vítima, no bairro do Barbalho, em Salvador. A delegada informou que a suspeita não confessa que matou a idosa, mas todos os indícios da investigação apontam que ela é a responsável pelo crime.

Segundo Joana Angélica, a idosa foi encontrada morta com as mãos amarradas. A perícia, segundo a polícia, indica que ela foi morta por asfixia e estrangulamento. Ela foi encontrada por familiares que moram no mesmo bairro.

A delegada que investiga o caso informou que uma quantia em dinheiro foi roubada da bolsa da vítima. A cuidadora de idosos presa, segundo a polícia, também é suspeita de tentar matar outra idosa em 2005. Ela teria envenenado a mulher, que ficou internada por alguns dias em um hospital. A polícia informou que entre os objetos roubados da vítima, havia um talão de cheque que a suspeita assinou no valor de R$ 21 mil e depositou na sua conta.

Segundo a polícia, a suspeita nasceu em Santo Antônio de Jesus e foi encontrada na casa de familiares no município. Ela foi ouvida na DHPP e encaminhada para a Delegacia de Repressão a Crimes contra a Criança e o Adolescente (Dercca), onde ficará à disposição da Justiça. A prisão dela, informou a delegada, é temporária, ou seja, vale por 30 dias e pode ser prorrogada por igual período.
Fonte: G1/BA




15.09.2011
- Policial aposentado é preso suspeito de matar mulher no RJ, diz delegado
Segundo a polícia, homem achava que estava sendo traído.
Casal tem uma filha de 19 anos que está sob efeito de calmante.


Um policial civil aposentado de 59 anos foi preso, nesta quinta-feira (15), sob suspeita de matar a própria mulher de 48 anos. O crime aconteceu no bairro chamado Conforto, em Volta Redonda, no Sul Fluminense. Segundo informações do delegado Antonio Furtado, da 93ª DP (Volta Redonda), onde o caso foi registrado, o suspeito desconfiava que estava sendo traído. O suspeito foi autuado por homicídio qualificado e pode pegar até 30 anos de prisão.

“Ele relatou para a polícia que há uma semana encontrou uma mensagem suspeita no celular da esposa e a partir deste episódio, ficou muito mais desconfiado. Só que a mulher falou para ele que alguém tinha enviado esta mensagem para ela por engano, mas ele não acreditou”, contou o delegado.

Ainda de acordo com o delegado, o policial começou a passar o dia todo ao lado da esposa, mas essa desconfiança gerou muitas brigas entre o casal.

“Ele disse que hoje mais uma vez brigou com a mulher e, no meio da discussão, ela o teria ofendido. Foi quando ele perdeu a cabeça, pegou uma arma e disparou quatro tiros contra a companheira”, disse Furtado.

Segundo o delegado, o casal tem uma filha de 19 anos, que no momento do crime não estava em casa. Mas ao saber sobre o ocorrido ficou em estado de choque e está sob efeito de calmantes.

O delegado ainda informou que o suspeito sofre de uma doença degenerativa na coluna e antes de ir para a delegacia, precisou fazer exames em um hospital particular. Ele ficou sob escolta policial e em seguida, foi encaminhado à 93ª DP (Volta Redonda).
Fonte: G1/RJ


- Publicitária é encontrada morta no porta-malas do próprio carro, em GO
Veículo estava estacionado na casa do suspeito, em Aparecida de Goiânia.
Ele é um ex-presidiário, que frequentava a mesma igreja que a vítima.


Uma publicitária de 34 anos foi encontrada morta no porta-malas do próprio carro, por volta das 12h desta quinta-feira (15), no Bairro Ilda, em Aparecida de Goiânia, na Região Metropolitana. Segundo a Polícia Militar (PM), o carro estava estacionado dentro da casa do principal suspeito, um ex-presidiário de 39 anos, que é membro da igreja, onde o pai da vítima é pastor.

De acordo com o sargento da PM Hamilton Crisóstomo de França, a polícia foi acionada por vizinhos, que ouviram a vítima pedir socorro. Segundo o sargento, a publicitária foi morta por asfixia. Após matá-la, o suspeito teria estacionado o carro dentro de casa e colocado o corpo no porta-malas. Ao chegarem ao local, os policiais encontraram a vítima amordaçada e com os pés amarrados.

Segundo o militar, a razão do crime ainda não está esclarecida. “Ele fala que recebia mensagens da vítima, mas que ela tinha um caso com outro homem, mas são coisas sem nexo”, diz o sargento, que não acredita que houve relacionamento amoroso entre a publicitária e o suspeito. Ainda de acordo com o policial, o suspeito conhecia a publicitária há cerca de 10 anos. Segundo a PM, a família da moça ajudava-o com alimentação e tentava reinserí-lo na sociedade.

De acordo com a polícia, na tarde de quarta-feira (14), o suspeito esteve na casa do pai da vítima dizendo que precisava falar com ela para revelar uma benção. Ele saiu da residência com o número do telefone da mulher. Segundo a PM, o homem ficou com o pai da publicitária até as 3h desta quinta-feira (15), orando no Morro do Serrinha, no Setor Serrinha, na capital, e, depois, foi deixado em casa pelo pastor.

Segundo o sargento França, o suspeito tem cinco passagens policiais por homicídio, uma por roubo, uma por furto e um mandado de prisão pela Lei Maria da Penha. O homem foi encaminhado para a Delegacia de Homicídios de Aparecida de Goiânia.
Fonte: G1/GO


- Polícia investiga assassinato de jovem encontrada morta em casaBianca Ribeiro Consoli estava conversando com a tia pela internet pouco antes de ser encontrada morta. A polícia acredita que o assassino é alguém que tinha acesso à casa.


Uma estudante de 19 anos foi encontrada morta dentro de casa. Bianca Ribeiro Consoli estava conversando com a tia pela internet, em uma página de relacionamento. Escreveu a palavra deus e um coração ao lado pouco antes de morrer.

A tia estranhou quando Bianca parou de se comunicar de repente. Pouco depois a estudante foi encontrada morta, dentro de casa.
A polícia acredita que o assassino é alguém que tinha acesso à casa.
Fonte: Jornal Hoje


- Universitária escreveu ‘Deus’ no Facebook antes de morrer, diz tia
Bianca Console, 19, postou mensagem no dia do crime, diz Eliane Bicudo.
Sua sobrinha foi achada morta em casa em SP; Polícia procura assassino.



A universitária Bianca Ribeiro Console, de 19 anos, escreveu a palavra “Deus” ao lado da imagem de um coração estilizado no Facebook antes de ser encontrada morta pelos familiares dentro da casa onde morava com os pais, no Parque São Rafael, na Zona Leste de São Paulo, na terça-feira (13). A informação é da tia da estudante, Eliane Bicudo, que nesta quinta-feira (15) esteve no enterro da sobrinha, no Cemitério Curuçá, em Santo André, no ABC. Nenhum suspeito foi identificado ou preso pelo crime. Aparentemente, nada foi roubado também da residência. A Polícia Civil investiga o caso.

“Nós estávamos conversando pelo bate-papo e de repente ela ficou off-line, não respondia às minhas mensagens, e postou uma mensagem com a palavra ‘Deus’. Eu estranhei isso e comecei a perguntar, perguntar e ela não respondia no bate-papo’, disse a tia Eliane Bicudo, que afirma ter conversado com a sobrinha pela internet antes do crime.

No dia em que foi achada morta com ferimentos no pescoço compatíveis com estrangulamento, Bianca também teria postado mensagens na página pessoal dela no site de relacionamentos. Às 12h17 estava escrito “As coisas estão dando certo”, em seguida, aparecia um asterisco e um sorriso estilizado. Às 13h14, escreveu “Deus”, seguido de uma imagem de um coração.

As informações na rede social de Bianca na web estão sendo analisadas pelos investigadores para tentar ajudar a chegar a algum suspeito de ter matado a aluna do curso de administração de empresas.

O Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP) investiga o crime para chegar a sua autoria. Até agora nenhum suspeito foi identificado. Para os parentes que estiveram no sepultamento de Bianca, o assassino seria conhecido da jovem.

“Como é que você vai entrar dentro de uma casa e sair, deixar a casa trancada e matar alguém de dentro da casa, e sair e deixar o portão fechado? Então a pessoa era conhecida. Conhecia os hábitos da família, sabia detalhes da casa”, disse o tio de Bianca, Luiz de Brito Bicudo. “Esse é um momento do adeus a minha querida sobrinha. Não tem mais volta”.

O namorado de Bianca, Bruno, disse aos jornalistas que o casal namorava havia oito meses, e que os dois faziam planos juntos. “Ela estava sozinha. Eu acho que eram duas horas da tarde e eu havia ligado para ela. Ela tinha arrumado serviço novo, estava super feliz. A gente ia começar a fazer várias coisas juntos”, disse Bruno.

Bianca tinha acabado de conseguir um emprego. Começaria a trabalhar na próxima segunda-feira (19). Nada foi levado da casa. No dia do crime, ela estava com o dinheiro que ira usar para pagar a taxa de inscrição de um concurso público. Esse dinheiro também ficou na bolsa dela.

De acordo com os investigadores, o criminoso fugiu levando a chave do portão da residência, que ficou trancado. Dentro do imóvel, os móveis foram encontrados revirados.

O crime
Segundo a Secretaria da Segurança Pública, Bianca estava sozinha em casa na terça. Seus pais haviam saído para trabalhar. A tia da jovem, que mora em uma residência ao lado, estranhou o fato de a janela vizinha estar aberta e o televisor e as luzes, ligadas.

Por volta das 20h, a mãe de Bianca chegou e, por estar sem a chave do portão, pediu para um sobrinho de 10 anos pular o muro para destrancá-lo. Quando a tia e a mãe entraram, encontraram a jovem caída na sala perto de uma porta que dá acesso à sacada.

Os bombeiros foram acionados e a jovem chegou a ser atendida, mas não foi possível reanimá-la.
Fonte: G1/SP

- Estudante achada morta dentro de casa é enterrada no ABC
Bianca Console foi encontrada com ferimentos no pescoço.
Família acredita que assassino seja alguém conhecido.

Familiares se emocionam em enterro de estudante
O corpo da estudante Bianca Ribeiro Console, de 19 anos, foi enterrado nesta quinta-feira (15), no Cemitério Curuçá, em Santo André, no ABC. Bianca foi encontrada morta na noite de terça (13) com ferimentos no pescoço na casa onde morava, no Parque São Rafael, na Zona Leste da capital paulista. Na residência havia móveis revirados, mas nada foi levado.

Segundo a Secretaria da Segurança Pública, Bianca estava sozinha em casa. Seus pais haviam saído para trabalhar. A tia da jovem, que mora em uma residência ao lado, estranhou o fato de a janela vizinha estar aberta e o televisor e as luzes, ligadas.

Por volta das 20h, a mãe de Bianca chegou e, por estar sem a chave do portão, pediu para um sobrinho de 10 anos pular o muro para destrancá-lo. Quando a tia e a mãe entraram, encontraram a jovem caída na sala perto de uma porta que dá acesso à sacada.

Os bombeiros foram acionados e a jovem chegou a ser atendida, mas não foi possível reanimá-la. O caso será investigado pelo Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP).

A família de Bianca acredita que o assassino seja alguém conhecido, porque a residência não foi arrombada.
Fonte: G1/SP

- Mulher é condenada a pagar R$ 30 mil por acusar ex de abusar das filhas
Segundo ação, mãe forçou filhas a denunciarem pai por tentativa de estupro.
Depois, elas voltaram espontaneamente à delegacia e negaram acusações.

O Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro(TJ-RJ) condenou uma mulher a indenizar seu ex-companheiro em R$ 30 mil, por danos morais. De acordo com a ação, após o término do relacionamento, para se vingar do ex, a mulher teria coagido as filhas de criação do casal a irem à delegacia para denunciar o homem por tentativa de estupro e ameaça de morte. 


Depois, no entanto, as meninas foram espontaneamente à polícia e esclareceram que foram obrigadas pela mãe a acusarem o pai. Cabe recurso à decisão. As informações são do TJ-RJ.Em depoimento, segundo o TJ-RJ, uma das filhas do casal disse que “tudo não passou de um plano arquitetado pela mãe para denegrir a imagem e a carreira do pai na Marinha" e também para conseguir vantagem financeira.

Ainda de acordo com o TJ-RJ, a filha lembrou que a intenção da mãe era castigar o pai por ter se separado dela. Para isso, segundo o depoimento, a mulher teria espalhado a história para a vizinhança e levado a filha ao 1º Distrito Naval “para que contasse a mesma mentira”, além de ter se dirigido ao serviço social da Marinha.“Esta situação de perseguição e constrangimentos é inadmissível num Estado Democrático de Direito”, afirmou o desembargador Ademir Paulo Pimentel, da 13ª Câmara Cível do TJ-RJ, em sua decisão.


De acordo com o TJ-RJ, em sua defesa, a mulher alegou que a discussão que causou a separação do casal começou justamente por causa da denúncia de uma das filhas de que sofria abuso por parte do então companheiro, quando as meninas eram menores de idade.Quando atingiram a maioridade, ainda segundo a mãe, as duas foram morar com seus respectivos namorados e pediram ajuda financeira ao pai, na mesma época da retirada das acusações pelas filhas. No entanto, segundo o TJ-RJ, “tais alegações não foram provadas”.

O Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro(TJ-RJ) condenou uma mulher a indenizar seu ex-companheiro em R$ 30 mil, por danos morais. De acordo com a ação, após o término do relacionamento, para se vingar do ex, a mulher teria coagido as filhas de criação do casal a irem à delegacia para denunciar o homem por tentativa de estupro e ameaça de morte.

Depois, no entanto, as meninas foram espontaneamente à polícia e esclareceram que foram obrigadas pela mãe a acusarem o pai. Cabe recurso à decisão. As informações são do TJ-RJ.Em depoimento, segundo o TJ-RJ, uma das filhas do casal disse que “tudo não passou de um plano arquitetado pela mãe para denegrir a imagem e a carreira do pai na Marinha" e também para conseguir vantagem financeira. Ainda de acordo com o TJ-RJ, a filha lembrou que a intenção da mãe era castigar o pai por ter se separado dela. Para isso, segundo o depoimento, a mulher teria espalhado a história para a vizinhança e levado a filha ao 1º Distrito Naval “para que contasse a mesma mentira”, além de ter se dirigido ao serviço social da Marinha.“Esta situação de perseguição e constrangimentos é inadmissível num Estado Democrático de Direito”, afirmou o desembargador Ademir Paulo Pimentel, da 13ª Câmara Cível do TJ-RJ, em sua decisão.

De acordo com o TJ-RJ, em sua defesa, a mulher alegou que a discussão que causou a separação do casal começou justamente por causa da denúncia de uma das filhas de que sofria abuso por parte do então companheiro, quando as meninas eram menores de idade.Quando atingiram a maioridade, ainda segundo a mãe, as duas foram morar com seus respectivos namorados e pediram ajuda financeira ao pai, na mesma época da retirada das acusações pelas filhas. No entanto, segundo o TJ-RJ, “tais alegações não foram provadas”.
 Fonte: G1/RJ

- Americana é acusada de matar os próprios gêmeos recém-nascidos

Bebês foram encontrados mortos na casa de Lindsey Lowe, no Tennessee.
Lindsey, de 25 anos, está detida sem fiança e passa por avaliação médica.

Lindsey Lowe, 25 anos, é acusada de matar seus gêmeos recém-nascidos
Um mulher que mora perto de Nashville, no estado americano do Tennessee, é acusada de matar seus dois filhos gêmeos recém-nascidos. Os bebês foram encontrados sem vida dentro da casa dela, segundo informou a polícia local nesta quinta-feira (15).

Uma denúncia levou os policiais ao local para investigar a suposta morte de um recém-nascido na casa de Lindsey Lowe, de 25 anos. Chegando lá, eles encontraram os corpos não de uma, mas de duas crianças.

A causa da morte não foi divulgada. Os corpos foram levados para autópsia em Nashville. Lindsey está detida sem fiança e passa por avaliação médica.

Lowe é formada em design de interiores na Universidade de Western Kentucky, informou um porta-voz da instituição.

A polícia está à procura do pai dos bebês.
Fonte: G1, com AP.

- Padrasto é preso por suspeita de matar enteada no RJ

Segundo a polícia, criança tinha 1 ano e 5 meses era vítima de maus-tratos.
Homem já tinha uma anotação criminal por lesão corporal contra a vítima.


Um homem foi preso em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, suspeito de agredir e causar a morte da enteada de 1 ano e 5 meses. De acordo com a Polícia Civil, o bebê era vítima de maus-tratos, e o suspeito foi preso na quarta-feira (14).

Segundo a polícia, na terça-feira (13), a criança estava em casa com o padrasto, quando passou mal. O suspeito telefonou para a mãe da menina e a levou ao Hospital da Posse, também em Nova Iguaçu. A criança foi atendida pela equipe médica, mas não resistiu e morreu um dia depois de dar entrada na unidade. A causa da morte não foi informada, mas, no hospital ficou constatado que a vítima sofria de maus-tratos.

Na 58ª DP (Posse), onde o caso foi registrado, os agentes descobriram que o padrasto já tinha uma anotação criminal por lesão corporal contra a menina.
Fonte: G1/RJ



- Filho mata ex-namorado da mãe em Cuiabá e é liberado, diz polícia
Após cometer homicídio, jovem acionou e aguardou chegada da PM.
Assassinato ocorreu no Parque Universitário nesta madrugada.


Um rapaz de 19 anos é suspeito de matar o ex-namorado da mãe a facadas quando a vítima, de 35 anos, tentava entrar à força na residência em que o jovem mora com a mãe, no bairro Parque Universitário, em Cuiabá. O tenente da Polícia Militar, Sílvio Guerreiro, informou ao G1que o próprio autor do assassinato acionou a polícia por telefone na madrugada desta quinta-feira (15) e aguardou no local.

"Em princípio, o solicitante nos informou que tinha alguém no quintal da casa dele, mas quando a polícia chegou ao local a vítima já havia sido esfaqueada", contou o tenente.

Ainda segundo o tenente, a vítima cumpria pena em regime semiaberto e tinha conhecido a mãe do suspeito no albergue, onde ela trabalha. Porém, ele não aceitava o fim do relacionamento.

Por isso, conforme o tenente, o ex-namorado foi procurar a mulher na casa dela, mas acabou se desentendendo com o filho. Ambos entraram em luta corporal. "Como o rapaz aguardou a chegada da polícia, entendemos que agiu em legítima defesa", frisou o tenente. O suspeito foi preso, mas foi liberado pela polícia após prestar esclarecimentos.

Ainda conforme a polícia, a vítima foi socorrida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), mas não resistiu aos ferimentos e morreu no Pronto-Socorro da capital.
Fonte: G1/MT


- Mulher é assassinada em Cuiabá ao tentar socorrer marido esfaqueado
Autor do crime havia sido roubado anteriormente por casal, diz polícia.
Marido da vítima sobreviveu e foi encaminhado ao Pronto-Socorro.


Uma mulher de 33 anos foi assassinada a facadas ao tentar socorrer o marido no momento em que ele era esfaqueado por um homem, ainda não identificado, na madrugada desta quinta-feira (15) no bairro Jardim Florianópolis, em Cuiabá. De acordo com a Polícia Militar, que atendeu a ocorrência, testemunhas disseram que o suspeito do crime havia sido roubado pelo casal há alguns dias.

"Nos informaram que a vítima [do roubo] disse que iria se vingar dos assaltantes e ao reconhecê-los nesta madrugada os esfaqueou", disse um policial ao G1, ao pontuar que a polícia não tem conhecimento do roubo que teria sido efetuado anteriormente pelo casal.

A mulher morreu na hora, enquanto que o companheiro, também de 33 anos, foi encaminhado ao Pronto-Socorro da capital em estado grave. O crime ocorreu às 3h30 de hoje e o suspeito encontra-se foragido, conforme informações do 3º Batalhão da PM.
Fonte: G1/MT

- Vereadores absolvem prefeito de MT acusado de abuso sexual infantil

Sessão na Câmara de Vereadores de Dom Aquino durou cerca de 6 horas.
Eduardo Zeferino é acusado de abusar sexualmente de cinco meninas.

Os vereadores da Câmara Municipal de Dom Aquino, a 172 quilômetros de Cuiabá, decidiram rejeitar o pedido de cassação do prefeito afastado Eduardo Zeferino, que é acusado de abusar sexualmente de cinco meninas menores de 14 anos na cidade. Zeferino nega todas as acusações.

A sessão que decidiu pela absolvição de Zeferino durou cerca de seis horas. Por cinco votos a quatro, os vereadores decidiram que o prefeito deve voltar ao cargo ainda nesta quinta-feira (15).

O prefeito afastado chegou a ficar preso por 30 dias, no mês de junho deste ano, por suspeita de coagir testemunhas. Depois de conseguir voltar à liberdade, ele tentou reaver o cargo de prefeito, mas teve o recurso negado pelo Tribunal de Justiça de Mato Grosso. Atualmente, o município de Dom Aquino é comandado pelo vice Donizete Alves de Araújo.
Fonte: G1/MT



- 'Ele disse que vai vir atrás de mim de novo', diz jovem espancada em Goiás
Moça agredida e abandonada em rodovia falou pela primeira vez com a polícia. Jovem foi espancada no sábado (10), em um encontro marcado pela internet.


Depois de quatro dias internada, a jovem de 18 anos espancada e abandonada às margens da BR-080, em Nerópolis, na Região Metropolitana, falou pela primeira vez com a polícia. Ela foi ouvida pelo delegado Samer Agi, que investiga o crime. A moça teme ser perseguida pelo agressor: “Eu tenho medo porque ele disse que vai vir atrás de mim de novo”, conta.

O delegado trabalha com a hipótese de tentativa de homicídio e afirmou que o carro relacionado com o crime já está sendo periciado. “Nós vamos depender do que a polícia vai dizer sobre o carro, em que estado estava, se tinha digital ou não. Então, tem todo esse trabalho pericial e técnico, que precisa ser feito. Mas, provavelmente, o carro que está preso tem ligações com o crime”, afirma o delegado.

A jovem recebeu alta na quarta-feira (14) do hospital, onde ficou internada desde domingo (11) com graves ferimentos na cabeça. Ela foi para a casa de parentes.

Crime
A adolescente foi espancada após marcar um encontro no sábado (10), pela internet, com um rapaz com quem ela falava havia uma semana. A jovem disse que o rapaz, identificado como Diogo, a teria agredido quando ela se recusou a manter relações sexuais com ele. No dia do crime, a menina foi encontrada por um policial militar às margens da BR-080.

Carro
A polícia acredita que os agressores usaram um carro para atropelar a vítima, depois de espancá-la. O veículo foi encontrado abandonado com marcas de batida na lataria, na Avenida Dom Emanuel, no Setor Rodoviário, em Goiânia. O carro bate com a descrição feita por uma testemunha que encontrou o celular da vítima no local das agressões e avisou à família.
Fonte: Bom Dia Goiás/G1


- Adolescente é suspeito de matar em troca de bicicleta no Sertão da PB
Rapaz de 15 anos foi detido por homicídio em Catolé do Rocha.
Ele estaria refugiado na cidade por crimes cometidos em Cabedelo.

Um adolescente de 15 anos foi detido na quarta-feira (14) à noite na cidade de Catolé do Rocha, no Sertão paraibano, suspeito de ter matado um serralheiro a facadas. A Polícia Civil investiga duas hipóteses para o crime: a primeira de que o crime teria sido cometido por causa de uma bicicleta; e a outra de que o assassinato tenha sido motivado por uma desavença entre as famílias.

A vítima foi o serralheiro Leobino Maia Filho, de 28 anos. De acordo com o 12º Batalhão da Polícia Militar, antes de ser assassinado, ele procurou policiais dizendo que sua bicicleta teria sido roubada na frente de sua casa, no Centro da cidade. Ele informou que sabia quem estava envolvido no caso. Além das buscas feitas pela PM, o serralheiro também resolveu procurá-lo por conta própria.

De acordo com a PM, Leobino encontrou o adolescente, mas acabou sendo morto com três facadas no pescoço quando discutia com o suspeito. Ele chegou a ser levado para um hospital, mas não resistiu aos ferimentos.

O adolescente ainda tentou fugir, mas foi encontrado e levado nesta quinta-feira (15) para a delegacia de Catolé do Rocha. Apesar da versão da PM sobre o ocorrido, o delegado Sheldon Fluck começou a ouvir nesta manhã o depoimento do adolescente. Em sua versão, o rapaz relata que se defendeu porque seu primo teria recebido uma ameaça de morte por parte do serralheiro.

O 12º Batalhão apurou que o adolescente teria envolvimento em crimes ocorridos na comunidade do Jacaré, em Cabedelo, na Grande João Pessoa. Ele estaria foragido há três meses, se escondendo na casa de parentes em Catolé do Rocha, e seria integrante da facção criminosa conhecida como 'Estados Unidos'.
Fonte: G1/PB


- Suspeito de matar enteada de menos de 2 anos é preso
Policiais da 58ª DP (Posse) prenderam ontem Davi Bento Benfica, acusado de matar enteada de 1 ano e 5 meses, no Rio. Segundo a Polícia civil, há também um registro de ocorrência por lesão corporal em que é apontado como agressor da menina. A criança morreu terça-feira (13), após passar mal e ser levada para o Hospital da Posse. De acordo com o delegado titular da unidade, Marcos Henrique de Oliveira, a menina passou mal em casa, quando estava sozinha com o padrasto, que ligou para a mãe da criança. Ao chegar ao hospital, foi constatado que a criança havia sofrido maus-tratos.
Fonte: Agencia Estado

- Preso suspeito de matar jovem de 15 anos em Cabo Frio

PM informou que ele confessou o crime que aconteceu no domingo (11).
Segundo a polícia, homem chegou a oferecer R$ 5 mil para impedir prisão.
Um homem suspeito de matar uma jovem de 15 anos foi preso no bairro Rainha da Sucata, em Cabo Frio, na Região dos Lagos. De acordo com o 25º BPM (Cabo Frio), o suspeito confessou o crime, ocorrido no domingo (14), e, para evitar a prisão, chegou a oferecer R$ 5 mil aos policiais militares.

Além disso, segundo a polícia, o suspeito disse que pretendia atirar no irmão da vítima, que estava ao seu lado, no momento do crime. A menina estava em casa quando foi atingida.

Ainda de acordo com a polícia, PMs faziam um patrulhamento na região, quando receberam uma denúncia anônima e encontraram o suspeito.

Segundo o 25º BPM (Cabo Frio), ele foi abordado e levado até sua casa, onde foram encontradas 7 gramas de maconha e 300 gramas de cocaína. O caso foi registrado na 126ª DP (Cabo Frio).
Fonte: G1/RJ


- Homem mata irmão com lixadeira no DF por causa de cigarro, diz polícia

Vítima foi atingida com lixadeira elétrica no pescoço e morreu na hora.
Crime foi na noite desta quarta-feira (14) no Incra 8, em Brazlândia.

Um homem matou o próprio irmão, na noite desta quarta-feira (14), na Quadra 13 do Incra 8, em Brazlândia, região administrativa a 45 quilômetros de Brasília. De acordo com a polícia, a vítima, de 48 anos, foi atingida com uma lixadeira elétrica no pescoço e morreu no local do crime.

A polícia informou que os irmãos brigavam por causa de um cigarro. Segundo a polícia, moradores da região informaram que os irmãos discutiam constantemente após ingerirem bebida alcoólica.

O autor do crime está foragido. A 18ª Delegacia de Polícia, em Brazlândia, investiga o caso.
Fonte: G1/DF



14.09.2011
- Justiça do CE nega habeas corpus a homem acusado de abusar de garoto
Professor de 32 anos foi preso em flagrante no Aeroporto de Fortaleza.
Na ocasião, homem negou que abusava de adolescente de 14 anos.


O Tribunal de Justiça do Estado do Ceará (TJ-CE) negou pedido de habeas corpus a um professor de 32 anos, acusado de abusar sexualmente de um garoto de 14 anos, no Aeroporto Internacional Pinto Martins, em Fortaleza. O crime ocorreu em junho deste ano e, na ocasião, o homem foi preso em flagrante ao abusar do adolescente em um dos banheiros do aeroporto, segundo consta no processo movido contra ele. Na sequência, o professor foi levado por agentes da Polícia Rodoviária Estadual (PRE) e, em interrogatório, negou o crime.

A defesa entrou com pedido de habeas corpus no TJ-CE alegando que o acusado não apresenta antecedentes criminais e possui nível superior.

Segundo a assessoria do Tribunal de Justiça, a 1ª Câmara Criminal analisou na terça-feira (13) o caso e negou o pedido. O relator do processo, desembargador Francisco Darival, diz existir "outros elementos dos autos" que demonstram a viabilidade da manutenção da prisão.
Fonte: G1/CE

- Jovem é encontrada morta com ferimentos no pescoço em SP
Residência foi revirada, mas nada foi levado.
Departamento de homicídios irá investigar a morte.


O corpo de uma estudante de 19 anos foi encontrado na noite de terça-feira (13) com ferimentos no pescoço na casa onde morava, no Parque São Rafael, bairro da Zona Leste de São Paulo. Na residência havia móveis revirados, mas nada foi levado.

Segundo a Secretaria da Segurança Pública, Bianca Ribeiro Console estava sozinha em casa. Seus pais haviam saído para trabalhar. A tia da jovem, que mora em uma residência ao lado, estranhou o fato de a janela vizinha estar aberta e o televisor e as luzes, ligadas.

Por volta das 20h, a mãe de Bianca chegou e, por estar sem a chave do portão, pediu para um sobrinho de 10 anos pular o muro para destrancá-lo. Quando a tia e a mãe entraram, encontraram a jovem caída na sala perto de uma porta que dá acesso à sacada.

Os bombeiros foram acionados e a jovem chegou a ser atendida, mas não foi possível reanimá-la. O caso será investigado pelo Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP).
Fonte: G1/SP


- Corpo de italiano é encontrado enterrado em casa de Anápolis (GO)
Homem de 56 anos estava enterrado a um metro e meio de profundidade.
Segundo a polícia, principal suspeita é a ex-mulher da vítima.


O corpo de um italiano de 56 anos desaparecido há mais de seis meses foi encontrado enterrado dentro do quarto de uma casa, no Bairro Bandeiras, na zona Norte de Anápolis, a 55 km de Goiânia. Segundo a polícia, o corpo estava enterrado a um metro e meio de profundidade e foi coberto por duas lages e cerâmica.

O caso começou a ser investigado há seis meses depois que parentes do italiano entraram em contato com o consulado denunciando o desaparecimento. A principal suspeita de matar o italiano, segundo a polícia, é a ex-mulher da vítima. A polícia informou, ainda, que o crime teria sido praticado com a ajuda do amante da suspeita. A mulher ainda não foi encontrada.
Fonte: G1/GO


- Filho de 36 anos é suspeito de matar mãe e agredir pai no norte da Bahia
Irmãos do suspeito disseram à polícia que ele sofre transtornos mentais.Crime ocorreu na terça-feira (13). Golpes de facão mataram a mãe.


Um homem de 36 anos foi preso suspeito de ter matado a mãe no povoado Angico Torno, que pertence à cidade de Pilão Arcado, na região norte da Bahia, a 970 km de Salvador. Segundo a polícia, o crime aconteceu por volta das 17h30 de terça-feira (13), na residência da família. O suspeito foi preso horas depois em uma área próxima. Os irmãos do suspeito relataram à polícia que ele sofre de transtornos mentais, mas não há informação sobre o tipo de distúrbio.

O pai do suspeito e esposo da vítima tentou impedir a agressão e sofreu ferimentos graves na região do rosto. Ele está internado em uma unidade de saúde da cidade de Juazeiro. De acordo com a polícia, o autor provocou a morte da mãe com golpes de facão na região do braço. Ela chegou a ser socorrida para um hospital local, mas não resistiu.

“Ele não tem controle mental nenhum, não tem discernimento de si. Quando ele foi preso, a única coisa que dizia é que estava ferido”, conta o tenente Alex Rhaley, da 25ª Companhia Independente da Polícia Militar de Casa Nova, que faz a cobertura do local. O suspeito está custodiado provisoriamente na delegacia da cidade de Campo Alegre de Lourdes, mas a unidade da Polícia Civil que está responsável pelas investigações é a de Pilão Arcado, onde ocorreu o crime.
Fonte: G1 BA, com informações da TV São Francisco


- Agricultor mata ao menos seis com machado na China
PEQUIM (Reuters) - Um homem matou seis pessoas com um machado nesta quarta-feira na China, incluindo duas meninas em idade pré-escolar, em uma rua na província de Henan, na região central do país, informou a mídia estatal chinesa.

Duas vítimas morreram no hospital, disse a agência estatal de notícias Xinhua, citando um porta-voz do governo da cidade de Gongyi, onde ocorreu o ataque.

Segundo a Xinhua, o suspeito, o agricultor Wang Hongbin, de 30 anos, foi detido e supostamente sofria de problemas mentais.

'Testemunhas disseram que o homem parecia estar atacando pedestres aleatoriamente', disse a Xinhua.

Ataques violentos dessa natureza são raros na China, ao menos em parte porque o governo proíbe a maioria dos cidadãos de portar armas. Mas em 2010, ocorreu na China uma onda de ataques com martelos e facas em escolas, nos quais ao menos 27 pessoas morreram e 80 ficaram feridas.
Fonte: Reuters (Reportagem de Michael Martina e Ben Blanchard)




13.09.2011
- Polícia pede prisão de suspeito de atear fogo a mulher em Caçapava, SP
Pedido foi expedido nesta terça-feira (13) em São José dos Campos.
Crime aconteceu há duas semanas; a mulher morreu.


A polícia pediu nesta terça-feira (13) a prisão preventiva de um homem suspeito de matar a ex-namorada, em Caçapava, no interior de São Paulo. O pedido foi feito pela polícia em São José dos Campos, cidade vizinha a Caçapava. O homem é suspeito de colocar fogo na mulher.

O rapaz, de 27 anos, foi detido durante a madrugada desta terça (13). Ele já cumpre prisão temporária, que pode ser prorrogada.

De acordo com a polícia, antes de morrer, a vítima disse a uma testemunha que o companheiro era o autor do crime. O caso aconteceu há duas semanas. O suspeito fugiu do local.

O homem deverá ser interrogado nos próximos dias. Se comprovada a autoria do crime, ele será indiciado por homicídio qualificado.
Fonte: G1 SP, com informação do Vnews


- Homem é preso suspeito de matar a mulher na Zona Leste de SP
Crime aconteceu na noite de segunda-feira (12).
Segundo polícia, homem também colocou fogo no quarto.


Um pescador de 29 anos foi preso em flagrante na noite de segunda-feira (12) na Mooca, Zona Leste de São Paulo, suspeito de assassinar a mulher. Segundo a polícia, o homem colocou fogo no quarto após o crime. A vítima tinha 25 anos.

A Polícia Militar foi acionada para atender a ocorrência. Segundo a Secretaria de Segurança Pública, quando chegaram ao local, os policiais foram recebidos por uma equipe de resgate, que informou que a vítima havia morrido.

De acordo com a secretaria, uma irmã do suspeito, uma comerciante de 44 anos, contou que estava no seu quarto quando ouviu o rapaz pedir à mulher que pegasse um copo d'água na cozinha. Depois disso, a vítima começou a gritar, dizendo que o marido estava tentando matá-la.

Segundo a irmã, quando chegou ao local, viu o homem sobre a vítima dando facadas no pescoço e outras partes do corpo dela. A comerciante tentou impedir as agressões. Ela ficou ferida no braço.

Antes da chegada dos bombeiros, o homem ainda colocou fogo no quarto. De acordo com a SSP, a irmã informou que ele sofre de problemas psicológicos.

O caso foi registrado no 8° DP, no Brás. O suspeito foi indiciado por homicídio qualificado, lesão corporal, incêndio e violência doméstica. A perícia foi chamada. A irmã passará por exame de corpo-delito no Instituto Médico Legal (IML).
Fonte: G1/SP


- Mulher é suspeita de forjar acidente para matar marido e pegar seguro
Para a polícia, ela dopou o homem, ateou fogo e jogou carro em ladeira.
Filhas fizeram denúncias depois de lerem e-mails comprometedores.

A esposa de um homem morto em um suposto acidente de trânsito virou a principal suspeita de um golpe que, segundo a polícia, dependia da morte do marido. Ela queria ficar com o dinheiro do seguro.

No dia 21 de agosto deste ano, o carro onde o casal estava caiu em uma ladeira – ele morreu três dias depois, no hospital, com queimaduras pelo corpo – e ela não sofreu nada.

Mas os investigadores passaram a desconfiar dessa versão desde que a perícia detectou que os tapetes do carro estavam encharcados de combustível. Na versão da polícia, ela dopou o marido, ateou fogo contra ele, fechou a porta do carro e empurrou o veículo para uma ladeira. Ainda de acordo com os peritos, havia palitos de fósforo no lugar. Já na estrada onde houve o suposto acidente, para reforço da hipótese dos investigadores, não foram encontradas marcas de fradas.

Foram as filhas do casal que suspeitaram da mãe e levaram o caso à polícia, depois de terem lido e-mails que a mulher trocava com outro homem.
Fonte: G1/PR


- Polícia prende homem suspeito de agredir filho de 11 anos no Sul de MG
Criança estava sob a guarda da madrasta após denúncia de agressão.
Segundo a polícia, suspeito foi localizado em ônibus.

Um homem de 33 anos suspeito de espancar o filho de 11 anos foi preso nesta terça-feira (13) em Pouso Alegre, na Região Sul de Minas Gerais. Segundo a polícia, ele invadiu a casa da madrasta da criança e levou o filho na madrugada desta segunda-feira (12). O menino estava sob guarda da mulher após uma denúncia de que o pai agrediu o garoto. A Polícia Militar (PM) e o Conselho Tutelar da cidade confirmaram que a criança tinha vários ferimentos pelo corpo.

O conselho informou que a madrasta do garoto acionou o órgão e a Polícia Militar no domingo (11), depois que a criança voltou de um passeio com o pai apresentado diversos ferimentos e hematomas. Um boletim de ocorrência foi registrado.

De acordo com a PM, o pai da criança alegou que cuidar da criança era responsabilidade dele. A mulher convive com o garoto desde que ele tinha dois anos. Segundo informações do Conselho Tutelar, a mãe dele desapareceu e testemunhas afirmam que ela também sofria agressões do suspeito.

De acordo com policiais, o homem foi encontrado em um ônibus de transporte público da cidade. Um inquérito foi instaurado para apurar a suspeita de agressão contra a criança de 11 anos. Segundo as primeiras informações do Conselho Tutelar, os dois filhos do suspeito que estavam sob a guarda dele foram abrigados após a prisão do pai.
Fonte: G1/MG


- TJ nega acusação de merendeira por 39 tentativas de homicídio no RS

Vinte e duas crianças e 17 adultos passaram mal em agosto deste ano.
Com a medida, pedido de prisão foi revogado pela Justiça gaúcha.


O juiz substituto da 1ª Vara do Júri, Leandro Raul Klippel, rejeitou, nesta terça-feira (13), a denúncia de tentativa de homicídio contra 39 vítimas. Na avaliação dele, a merendeira de 23 anos "jamais conseguiria matar alguém com a substância que usou para envenenar a merenda servida na Escola Estadual Pacheco Prates, em Porto Alegre", em 4 de agosto deste ano. Com a decisão, o pedido de prisão da merendeira foi revogado. Cabe recurso.

Na ocasião, 22 crianças e 17 adultos almoçaram o prato servido e foram levados a um posto de saúde. De acordo com a decisão do juiz, o laudo toxicológico apontou que produto utilizado (nitrosin) tem uma concentração de veneno tão baixa que seria necessária uma quantidade absurdamente excessiva da substância para levar uma pessoa ao óbito.

O juiz ressaltou que a merendeira pode vir a ser acusada e processada por outros crimes, como lesão corporal, exposição da saúde a perigo ou envenenamento de substância alimentícia.

Ainda de acordo com a decisão, a substância utilizada pode levar à morte um cachorro de dez quilos, caso seja ingerido 80 pacotes, o equivalente a dois quilos. Na avaliação de Klippel, seria inviável que a acusada conseguisse fazer com que alguém ingerisse tamanha quantidade do produto.

Segundo o texto do juiz, a caracterização da tentativa de homicídio exige que o ato realizado tenha o potencial de ocasionar a morte e que a intenção não pode ser punida.

Apuração policial
O delegado Cleber dos Santos, responsável pela investigação do caso, indiciou a merendeira por 39 tentativas de homicídio em 17 de agosto. O inquérito policial foi encaminhado ao Ministério Público gaúcho no dia seguinte, que ofereceu denúncia à Justiça.

Durante a investigação do caso, o delegado informou que a merendeira tinha prestado depoimento em 4 de agosto e confessado o envenenamento.

O advogado da merendeira, Leandro Pereira, afirmou que ela também foi envenenada e não confessou ter colocado veneno de rato encontrado na comida da escola, conforme divulgou a Polícia de Porto Alegre. “Ela jura que não cometeu nenhum crime. A alegação dela é que esse depoimento foi forjado, porque ela é pobre e negra. Ela disse que não confessou nada, que é perseguição e que ela assinou o depoimento sob coação, porque o delegado disse que, se não assinasse, ela nunca mais veria o filho de três anos e iria ser trancada em uma cela.”

Segundo o delegado, a merendeira teria dito, no depoimento, que não sabia o motivo de ter envenenado a refeição, que não tinha planejado, e nem pretendia matar ninguém. “Esse argumento da defesa é antigo e completamente em desuso. Ela confessou para a polícia e para a imprensa, disse que comeu o veneno. Mas que não sabia o motivo. Na minha opinião é uma pessoa mentalmente perturbada”, disse.

Ainda conforme o delegado, a merendeira já tentou cometer suicídio, foi dispensada de outra escola por comportamentos estranhos e, segundo depoimentos dos outros funcionários, ficou sozinha na cozinha onde a comida foi envenenada por cerca de uma hora.
Fonte: G1/SP


- Mulher é suspeita de matar namorado com veneno de rato em Salvador
Segundo a polícia, suspeita alegou que sofria constantes agressões.
DHPP informou que a mulher e a vítima têm uma filha de 6 anos.


Uma mulher é suspeita de matar o namorado envenenado na noite de segunda-feira (12), no bairro de São Cristóvão, em Salvador, segundo informações da polícia. De acordo com o Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), a suspeita é uma dona de casa de 42 anos que namorava a vítima há nove anos e colocou veneno de rato no jantar do parceiro.

O DHPP informou que a mulher disse em depoimento que cometeu o crime para se vingar das constantes agressões do namorado e que teria comprado o veneno, conhecido por “chumbinho”, na noite anterior à tragédia.

A polícia informou que a vítima passou mal após a refeição e pediu ajuda aos vizinhos, que o levaram para o Hospital Menandro de Farias, em Lauro de Freitas, onde acabou falecendo.

Ainda segundo informações do departamento de polícia, a suspeita foi presa em flagrante por agentes do DHPP, logo após a morte da vítima, sendo interrogada e posteriormente encaminhada para a Delegacia Especializada de Repressão a Crimes Contra a Criança e o Adolescente (DERCCA), pois o local possui carceragem feminina, e deverá continuar no complexo à disposição da Justiça. O Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa informou que a suspeita e a vítima têm uma filha de 6 anos.
Fonte: G1/BA

- Cabeleireira é morta a facadas dentro de casa no ES e marido é suspeito

O crime aconteceu em Guarapari, na Grande Vitória.
Segundo vizinhos e familiares casal estava separado mas morava junto.

Uma cabeleireira, de 32 anos, foi morta com 11 facadas dentro de casa na manhã desta segunda-feira (12), no bairro Jardim Santa Rosa, em Guarapari, na Grande Vitória. Segundo a Polícia Militar, o principal suspeito é o marido dela. Familiares da vítima informaram que o casal estava separado, mas vivia junto, e que a motivação do crime poderia ser uma disputa pela casa em que moram.

De acordo com a polícia, na manhã desta segunda-feira (12), a cabeleireira saiu para caminhar com uma amiga, e voltou em torno de 9h30. Enquanto esteve fora, o marido levou os dois filhos do casal para a casa de parentes, e esperou a mulher chegar em casa. Uma vizinha informou que o homem saiu de casa por volta de 11 horas e não foi mais visto.

Durante a noite, em uma festa que acontecia na praça do bairro, familiares e amigos deram falta da cabeleireira. O filho mais velho, junto com parentes, foi à casa dela e encontrou o corpo. A polícia vai iniciar as investigações sobre o caso
Fonte:G1 ES, com informações da TV Gazeta




- Vítimas de pedofilia denunciam Papa ao Tribunal Penal Internacional
Organização entrou com ação para que Papa seja julgado por crimes.À queixa se somam 10 mil páginas de documentação de casos de pedofilia.

Uma associação americana de vítimas de padres pedófilos anunciou nesta terça-feira (13) ter apresentado uma queixa ante o Tribunal Penal Internacional (TPI) contra o Papa Bento XVI e outros dirigentes da Igreja católica por crimes contra a humanidade.

Os dirigentes da associação SNAP, orientados pelos advogados da ONG americana "Centro para Direitos Constitucionais", entraram com uma ação para que o Papa seja julgado por "responsabilidade direta e superior por crimes contra a humanidade por estupro e outras violências sexuais cometidas em todo o mundo". À queixa acrescentaram 10.000 páginas de documentação de casos de pedofilia.

A organização acusa o chefe da Igreja católica de "ter tolerado e ocultado sistematicamente os crimes sexuais contra crianças em todo o mundo."
Membros da Associação de Vítimas de Padres pedófilos dão entrevista coletiva em Voorburg, na Holanda.
A SNAP possui membros nos Estados Unidos, Alemanha, Holanda e Bélgica, quatro países muito afetados pelo grande escândalo de pedofilia que envolve a Igreja.

"Crimes contra a dezenas de milhares de vítimas, a maioria crianças, foram escondidos pelos líderes nos mais altos níveis do Vaticano. Neste caso, todos os caminhos levam a Roma", declarou a advogada Pamela Spees.

Os bispos e, em alguns casos, o próprio Vaticano rejeitou ou ignorou muitas das queixas das vítimas de padres pedófilos. O escândalo desacreditou a Igreja em vários países na Europa.

O Papa Bento XVI expressou sua vergonha e pediu desculpas, apelando para a tolerância zero contra os pedófilos. Ele também pediu aos bispos do mundo, que têm a responsabilidade primária sobre seus sacerdotes, a plena cooperação com os tribunais criminais.

A SNAP não acredita nesse desejo de transparência e justiça, e não moderou suas acusações.
Fonte: France Presse/G1


- PM mata ex-mulher em Aparecida, SP
Após dar seis disparos nela, o homem de 37 anos se matou.
Casal deixou um filho de 12 anos.


Um policial militar de 37 anos matou a tiros a ex-mulher de 34 anos, na manhã desta terça-feira (13), em Aparecida, no interior de São Paulo. Ela chegava à academia quando foi abordada pelo PM. Após dar seis disparos, o homem se matou. Os dois foram levados com vida para a Santa Casa do município, mas não resistiram.

Há três anos eles estavam separados. A polícia acredita que o motivo tenha sido ciúmes. De acordo com a polícia, o homem não aceitava o fim do relacionamento e o novo casamento dela.

O casal deixou um filho de 12 anos. O corpo deles está no Instituto Médico Legal de Guaratinguetá e deverá ser velado na Câmara Municipal, já que o velório municipal está em reforma.
Fonte: G1 SP, com Informações do VNews

- Criança de nove anos denuncia a mãe por maus tratos
Silvia Maria da Silva, mãe de um menino de 9 anos, foi indiciada por agredir e ameaçar o filho, após a própria criança comparecer à delegacia para denunciar a mãe, no Rio. Além disso, a mãe da vítima teria entregado seu filho a outra pessoa, que não era o pai biológico.

Segundo a Polícia, no último dia 30, a criança foi até a 62ª DP (Imbariê), buscando socorro porque sua mãe disse que iria matá-lo. Em seu relato, ele contou que foi agredido diversas vezes por sua mãe e estava com medo de voltar para casa, dizendo preferir morar em um orfanato ou na casa de sua irmã de criação.

Em depoimento, Silvia confessou que bateu em seu filho no dia 27 de agosto deste ano, confirmando as agressões. Ela revelou ainda que não queria ficar com seu filho, dizendo que gostaria que ele ficasse com João Paulo Jeronymo, que registrou a criança em seu nome.

À polícia, João Paulo contou que conheceu Silvia Maria em um bar, em sua rua, ocasião em que ela lhe ofereceu o menor, na época, com 6 meses de idade, para ficar com ele, dizendo que não tinha condições de criá-lo. João Paulo decidiu ficar com a criança, mesmo sabendo que não é seu filho biológico, e o registrou no cartório de Imbariê, após cerca de dois anos. Segundo ele, há duas semanas entregou o menor para Sílvia porque está sem condições de mantê-lo.

Os dois foram denunciados pelos crimes de lesão corporal, ameaça, abandono de incapaz e registro de filho alheio como próprio. A conselheira tutelar Ana Cristina Lopes Borel foi chamada, tendo esta encaminhado o menor a exame no IML e ficando com sua cautela.
Fonte: Agência Estado/G1


- Termina a rebelião na Casa de Custódia em Maringá (PR)
Presos se rebelaram no início da tarde de segunda-feira (12).
Rebelião durou mais de 21 horas; agente penitenciário foi mantido refém.


A rebelião com cerca de 500 presos da Casa de Custódia em Maringá (PR) foi controlada por volta das 10h30 desta terça-feira (13), segundo a Secretaria da Justiça, Cidadania e dos Direitos Humanos (Seju). 

A confusão começou às 13h de segunda-feira (12) com os presos que estavam na galeria dois. Um agente penitenciário foi feito refém por mais de 21 horas, amarrado com uma corda e ameaçado com uma barra de ferro. Outros dois detentos também foram mantidos reféns nesta manhã. Em negociação, a Seju afirmou atender a exigência de transferência de 23 detentos para Curitiba.

Além da questão da transferência, os detentos reclamavam da demora no andamento dos processos, de maus tratos e da comida.

Antes da rebelião
Cinco presos fugiram da CCM antes da rebelião. A fuga ocorreu por volta das 2h e só foi percebida às 6h30, quando os policiais realizaram a contagem diária dos presos. Os detentos fizeram um buraco na laje e teriam fugido pelo telhado. Inaugurada em 2008, a CCM tem 912 presos que estão distribuídos em 18 galerias.
Fonte: G1 PR, com informações da RPC TV

- Corpo de homem é encontrado no Morro do Fallet, diz polícia do Rio
Há suspeita de que ele tenha sido vítima de crime passional.Na casa que seria da vítima, foram encontradas manchas de sangue.

O corpo de um homem foi encontrado na manhã desta terça-feira (13) em uma rua do Morro do Fallet e Fogueteiro, no Centro do Rio. As informações são da assessoria de imprensa da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP).

Segundo a polícia, moradores chamaram a PM e comunicaram que havia um corpo abandonado em um terreno às margens de uma encosta. Ao chegar ao local, os policiais encontraram o cadáver com marcas de perfurações.

Os agentes, então, fizeram buscas na região e foram até uma casa no alto da encosta que, segundo a PM, seria da vítima. No local foram encontradas manchas de sangue e uma mulher. Segundo as primeiras informações passadas pelos policiais, ela tentava esconder uma faca, o que indicaria ter se tratado de um crime passional.

Já os policiais da Divisão de Homicídios (DH) trabalham também com a hipótese de o crime ter sido um acerto de contas. Os agentes da DH permanecem no local. Já a mulher foi encaminhada à delegacia, onde será ouvida.

Um novo comandante da UPP do Morro do Fallet e Fogueteiro assumiu o cargo na segunda-feira (12), após a denúncia de um esquema de corrupção no local. Também na segunda, a Coordenadoria de Polícia Pacificadora concluiu o inquérito policial militar sobre o caso e enviou o documento para Ministério Público Militar (MPM).
Fonte: G1/RJ



- Com chifres na testa, 'adorador do diabo' é acusado de mortes nos EUA
Caius Veiovis também tatuou o número 666 na testa.

Ele é acusado de participação na morte de três pessoas.


O norte-americano Caius Veiovis, de 31 anos, que implantou vários chifres na cabeça, é acusado de três mortes no estado de Massachusetts, nos EUA. Veiovis compareceu na segunda-feira (12) em uma audiência no tribunal de Pittsfield.
Caius Veiovis implantou vários chifres na cabeça e tatuou o número 666 na testa.
De acordo com a polícia, Veiovis, que também tatuou o número 666 na testa (conhecido como número do diabo), é acusado junto com Adam Hall, de 34 anos, e David Chalue, de 44, pelas mortes de David Glasser, de 44, Edward Frampton, de 58, e Robert Chadwell, de 47.

Todos eram membros de um grupo chamado "Hells Angels".
Fonte: G1/SP

- Estudante de 13 anos é suspeita de matar a irmã a facadas no RJ
Crime aconteceu na segunda-feira (12) em Arraial do Cabo.

Segundo a polícia, um desentendimento teria motivado o crime.

Uma estudante de 13 anos é suspeita de matar a própria irmã, de 15, a facadas, em Arraial do Cabo, na Região dos Lagos. O crime aconteceu na segunda-feira (12) no Morro da Cabocla e a menor passou a noite na delegacia para não ser agredida pela população.

As irmãs estudavam na mesma sala de aula, mas, segundo colegas, não se falavam. Elas tinham acabado de sair da escola e voltavam para a casa quando se desentenderam. Segundo a polícia, a menor de 13 anos teria tirado uma faca da mochila e atacou a irmã mais velha. A jovem levou duas facadas, uma no peito e outra nas costas. Ela chegou a ser levada para o Hospital municipal de Arraial do Cabo, mas não resistiu.

A polícia informou ainda que as duas adolescentes eram irmãs por parte de pai. Durante a tarde, policiais militares fizeram buscas pela menor de 13 anos, que havia fugido. Ela foi encontrada por moradores no final da tarde em um matagal próximo ao Morro da Cabocla.

Na delegacia, a mãe da jovem se emocionou ao encontrar a família. As duas e uma adolescente que presenciou o crime já foram ouvidas pela polícia. A menor contou ao delegado que a discussão aconteceu por ofensas pessoais.

“Ela me informou que teria sido por conta da vítima ter ofendido a mãe dela”, explicou o delegado Milton Siqueira Junior.

Nesta terça-feira (13), as aulas foram suspensas na escola onde as menores estudavam.
Fonte: Bom Dia Rio/ G1



- Pai é suspeito de negociar estupro da filha em troca de crack na Paraíba
Catador de lixo teria dopado menina e negociado estupro em troca de crack.

Além dele, outros dois suspeitos de envolvimento no caso estão presos.


Um catador de lixo de 46 anos de idade foi preso na segunda-feira (12) no Sertão paraibano, sob suspeita de ter negociado o estupro da filha de três anos em troca de quatro pedras de crack. Além do pai, outras duas pessoas estão presas preventivamente no Presídio Regional de Cajazeiras: o suspeito de abusar sexualmente da menina e entregar a droga ao pai dela; e outro que teria dado cobertura ao plano.

Conforme o delegado Antônio Luiz Barbosa Neto, o crime aconteceu no dia 27 de agosto, mas a participação do pai só teria sido denunciada à Polícia Civil na segunda-feira. A informação partiu de uma testemunha que disse ter presenciado a negociação e o momento que o pai saiu de casa com a menina encoberta por um lençol.

De acordo com o delegado, a menina foi encontrada na madrugada do dia 28 de agosto em um matagal no bairro dos Remédios, em Cajazeiras. No corpo dela havia indícios de abuso sexual. A menina foi examinada no Núcleo de Medicina e Odontologia Legal (Numol) de Patos, mas os resultados que podem comprovar se o traficante estuprou a criança ainda não foram divulgados.

Ainda no dia 28, o suspeito de violentar a menina foi preso em flagrante. O pai e o amigo dele já haviam sido ouvidos, levantando suspeitas da Polícia Civil sobre suas participações. Com base no depoimento de uma testemunha prestado 15 dias depois, o delegado pediu e obteve a prisão preventiva.

Conforme o denunciante, o pai e um amigo teriam dopado a menina e a levado até o matagal, onde um terceiro homem teria cometido o abuso e entregue pedras de crack em troca. "As investigação indicam que os dois novos presos são co-autores do crime", disse o delegado. Segundo Antônio Neto, os três homens negaram participação, mas teriam apresentado contradições em suas versões.

A menina está sob responsabilidade do Conselho Tutelar de Cajazeiras. A mãe da criança responde a investigação por abandono de incapaz. Conforme a Polícia Civil, tanto o pai quanto a mãe seriam dependentes químicos.
Fonte: G1/PB


- Homem é preso por suspeita de matar mulher e ferir irmã em SP
Segundo vizinhos, ele passava por tratamento psiquiátrico.Suspeito usou faca em crime e colocou fogo em casa na Mooca.



Um homem foi preso na madrugada desta terça-feira (13) por suspeita de matar a mulher a facadas e ferir a irmã na Mooca, Zona Leste de São Paulo. Segundo vizinhos, o homem tinha chegado à capital paulista há um mês para passar por um tratamento psiquiátrico.

O homem morava com a irmã. Sua mulher chegou no domingo (11) a São Paulo, para acompanhar o tratamento do marido. Foi quando a situação piorou – ele dizia que era perseguido e acreditava que seria morto pela mulher.

No início da madrugada desta terça, ele bloqueou a porta do cômodo onde estava com a mulher e a irmã com uma estante e ameaçou as duas. A mulher foi atingida com várias facadas nas costas e uma no pescoço, e morreu na casa. A irmã, ferida, conseguiu fugir.

Depois do crime, o suspeito foi para a parte de cima da casa e colocou fogo em um dos quartos. Vizinhos e os bombeiros conseguiram controlar o incêndio rapidamente.

A irmã já prestou depoimento na delegacia. O suspeito será indiciado por homicídio doloso, quando há intenção de matar.
Fonte: G1/SP




11.09.2011
- Estudante suspeita de matar colega com estilete é presa na Bahia
Crime foi cometido na segunda-feira (5), em São Gonçalo dos Campos.
Jovem de 19 anos foi encontrada na casa da mãe após denúncia anônima.


A polícia de São Gonçalo dos Campos, a 180 km de Salvador, prendeu na noite de sábado (10) a jovem de 19 anos suspeita de matar uma colega de turma com um estilete. A suspeita está custodiada na cadeia regional do município.

O crime aconteceu no final da tarde de segunda-feira (5), na porta da Escola Estadual Reunidas Antônio Carlos Pedreiras, onde as jovens estudavam.

De acordo com a polícia, ao ser presa, ela revelou que pretendia se entregar na segunda-feira (12) e que não contou com a ajuda de outra pessoa para cometer o crime. Ainda segundo a polícia, uma denúncia anônima apontou que a jovem estava na casa da mãe, em São Gonçalo dos Campos. A suspeita deve ser transferida ainda neste domingo (11) para o presídio regional.

De acordo com a polícia, a estudante acertou a colega de 17 anos com um golpe de estilete no pescoço após uma discussão. A vítima chegou a ser levada para o hospital municipal, mas não resistiu ao ferimento.

Em sinal de luto, os funcionários da escola suspenderam as aulas no dia seguinte, quando a garota foi enterrada em meio a protestos.
Fonte: G1 BA, com informações da TV Subaé


- Idoso de 70 anos é preso com menor em motel de MT e confessa o crime
Suspeito foi detido neste sábado e foi solto 12 horas após pagar fiança.
Ele disse à polícia que há três meses mantinha relações com a adolescente.


Um idoso de 70 anos preso por suspeita de pedofilia foi solto em Rondonópolis, a 218 quilômetros de Cuiabá, após pagar fiança. Ele foi detido em flagrante neste sábado (10) com uma adolescente em um motel no município.

A Polícia Civil informou que o suspeito era amigo da família da garota há cerca de 20 anos e com certa freqüência a presenteava. “Neste sábado (10), ele disse que daria um celular para a adolescente e a levou para um motel”, disse um investigador.

O flagrante foi feito após denúncia anônima. O idoso foi le-vado ao Centro Integrado de Segurança e Cidadania (Cisc), do município, e confessou que mantinha relações sexuais com a menina há três meses. Ele ficou detido por aproximadamente 12 horas.
Fonte: G1/MT


- Menina de oito anos que estava desaparecida é achada morta em MT
Criança sumiu de casa no momento em que pai foi à padaria em Cuiabá.
Caso é investigado pela Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa.

Garota estava desaparecida desde quinta-feira.
 A Polícia Civil encontrou nesta tarde de domingo (11), em Cuiabá, o corpo de uma menina de oito anos que estava desaparecida há quatro dias. O corpo foi localizado em um matagal próximo a rua J da região do Distrito Industrial.

Segundo os familiares, a menina Ana Cristina Costa da Silva saiu de casa na manhã da última quinta-feira (8) quando o pai foi até a padaria, sendo vista pela última vez por outras crianças na porta da escola onde estudava, no bairro Jardim Passaredo.

O delegado Antônio Garcia, da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), responsável pelas investigações do caso, já esteve no local onde Ana Cristina foi encontrada. Ele disse que a menina foi encontrada sem roupas, porém salientou que não havia sinais aparentes de que ela tenha sofrido violência sexual. A polícia ainda não tem nenhum suspeito de cometer o crime.

Os exames realizados pelo Instituto Médico Legal (IML) nesta tarde de domingo confirmaram que o corpo achado, que já está em estado de decomposição, é mesmo da menina. Os peritos comprovaram que era mesmo Ana Cristina a partir da análise da impressão digital da garota. A menina é a filha caçula de três irmãos, um de 14 anos e outro de 16.

Desaparecimento
O pai disse à polícia que levou aproximadamente oito minutos da residência até a padaria e quando voltou para casa a filha já havia desaparecido. Ele então contou que a esposa também afirmou que não viu a menina saindo.

Depois disso, os pais começaram a procurar pela filha nas localidades próximas e registraram ocorrência na polícia. Amigos e familiares espalharam cartazes e falaram com vizinhos do bairro durante todo o fim de semana, ainda na esperança de encontrar Ana Cristina viva.

A família que foi até o IML na capital ficou revoltada ao saber da confirmação que o corpo era da menina Ana Cristina. Mesmo ainda muito abalado, o pai disse que espera que seja feita Justiça e que a polícia prenda o quanto antes o suspeito de cometer o crime.
Fonte: G1/MT



- Corpo é encontrado no Ceará sem pele do rosto e com olhos arrancados
Corpo foi encontrado na manhã deste domingo em Farias Brito.
Vítima era de Natal (RN) e estava no Ceará fazendo cobranças.


Saco foi usado para cobrir rosto ensanguentado para não sujar veículo, diz PM

Um corpo foi encontrado com os olhos arrancados e sem a pele do rosto na manhã deste domingo (11) em Farias Brito, no Sul do Ceará. De acordo com o policial militar José Matias, de Farias Brito, o homem já foi identificado por um amigo da vítima. O homem também foi baleado na testa.

O PM diz que a vítima é de Rio Grande do Norte e não tem família no Ceará. Ele veio ao Ceará junto com um colega de trabalho para fazer cobranças. Segundo José Matias, ele exercia a função de cobrar dinheiro emprestado por agiotas.

A polícia não tem indícios do motivo do crime, mas não descarta a possibilidade de estar relacionado ao trabalho da vítima.

Segundo José Matias, o corpo do homem foi encontrado por volta das 7h da manhã deste domingo no acostamento da estrada que liga Farias Brito a Crato. Vinte quilômetros à frente do local, foi encontrada a motocicleta do homem assassinado. Matias explica que a moto foi encontrada durante a madrugada e foi registrada na delegacia de Farias Brito como veículo sem proprietário, e após encontrarem o corpo, identificaram a motocicleta como sendo da vítima.

Próximo ao local onde foi encontrado o corpo, em um matagal, foi encontrado um saco com resquícios de sangue. A polícia acredita que o saco foi usado para encobrir a cabeça do homem ensaguentada enquanto transportavam o corpo em um carro para evitar sujar o veículo. A teoria da polícia é que o homem foi baleado na testa e em seguida teve os olhos, orelhas e pele arrancados com lâminas.

Policiais continuam no local onde encontraram o corpo fazendo investigações, mas não têm suspeitos de quem possa ter cometido o crime. O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Juazeiro do Norte.
Fonte: G1/CE


- Preso no RJ suspeito de queimar a ex-mulher com ferro de passar roupa
Ele teria usado uma faca quente para escrever seu nome nas costas dela.
Crimes, segundo a vítima, foram cometidos na frente do filho pequeno.


Uma mulher de 22 anos teve parte do corpo queimado, na noite de sexta-feira (9), com um ferro de passar roupa no Terreirão, no Recreio dos Bandeirantes, na Zona Oeste do Rio. Segundo a 16ª DP (Barra da Tijuca), onde o caso foi registrado, o suspeito é o ex-marido da vítima que, por ciúmes, teria cometido o crime. Ele está preso.

À polícia, a jovem, que está separada há 1 ano, contou que foi na casa do ex-marido buscar um dinheiro para as despesas com o filho do casal, de cerca de 2 anos. Ao chegar à residência, o ex-marido teria trancado a jovem em casa e a acusado de se relacionar com seus amigos.

Faca quente
Segundo a polícia, o suspeito teria queimado o rosto e as pernas da vítima com o ferro, na frente do filho. Em seguida, ele teria usado uma faca quente e escrito seu nome nas costas da mulher, para que ela lembrasse dele toda vez que estivesse com outro homem. Em depoimento, a vítima contou que foi agredida entre 19h e meia-noite.

Em seguida, o próprio agressor teria levado a mulher até um ponto de ônibus e a ameaçado de morte, caso procurasse polícia. Depois que ele foi embora, a jovem, então, pediu ao motorista de uma Kombi que a levasse até um posto da Polícia Militar, onde comunicou o crime.

A PM fez buscas pelo suspeito e o prendeu numa praça, também no Recreio. A vítima contou ainda que já havia prestado queixa contra o ex-marido duas vezes, ambas por agressão.

Após registrar o crime na delegacia, ela foi levada para o Hospital Lourenço Jorge, na Barra da Tijuca, onde recebeu atendimento médico. De lá, a jovem foi encaminhada ao Instituto Médico Legal para fazer o exame de corpo de delito.

Segundo a polícia, o suspeito, que está preso na 16ª DP (Barra da Tijuca), vai responder por tortura nos termos da Lei Maria da Penha.

O filho do casal está com um tio.

Jovem foi queimada em casa
No dia 8 de agosto, uma jovem de 21 anos morreu após ser queimada em sua casa, no Morro do Borel, na Zona Norte. O suspeito do crime é o gerente da padaria onde a vítima trabalhava e responde a um processo por outra agressão contra a ex-companheira. De acordo com a polícia, o suspeito, que está preso, negou que tenha cometido o crime.

A família da jovem contou que Fátima estava sendo assediada e perseguida pelo homem. Fátima morava em uma casa no Borel com a irmã e o cunhado. Na hora do crime, os parentes estavam trabalhando. Ela teria sido surpreendida, segundo os familiares, quando estendia a roupa no varal.

O suspeito teria agredido Fátima com um golpe na cabeça. Inconsciente, ela foi levada para dentro de casa. O suspeito, então, teria amarrado os pés e mãos da jovem, jogado álcool e ateado fogo no corpo dela. A jovem chegou a ser socorrida por vizinhos e ficou internada por quatro dias, mas não resistiu.
Fonte: G1/RJ


10.09.2011
- Casal do RN é preso na Paraíba por suspeita de estuprar duas filhas
Menina de 12 denunciou padrastro e mãe à escola em Lucena, na Paraíba.
Casal está preso na Central de Polícia de João Pessoa.


A Polícia Civil prendeu um casal do Rio Grande do Norte suspeito de estuprar uma criança de 12 anos de idade na cidade de Lucena, no Litoral Norte paraibano. O auditor fiscal da Receita Federal de 56 anos e a esposa de 33 anos são, respectivamente, padrastro e mãe natural da menina. O caso foi encaminhado à 1ª Delegacia Distrital, na capital João Pessoa.

De acordo com a delegado Paulo Martins, a denúncia foi feita pela garota à diretoria da escola que ela frequenta em Lucena. Ela informou aos diretores e professores que estaria sofrendo abuso sexual do padrasto desde os nove anos de idade. Ainda conforme a polícia, a mãe da vítima também teria participação nos atos com a menina e outros filhos, forçando-os a presenciar relações sexuais do casal.

Parentes da menina compareceram à 1ª Delegacia Distrital para prestar depoimento. Segundo a Polícia Civil, eles informaram que o casal é de Natal, no Rio Grande do Norte, e teria fugido para a Paraiba depois de serem apontados como responsáveis pelo estupro da filha mais velha da mulher, uma adolescente de 17 anos. Ela já teria um filho de dois anos de idade com o padrasto.

Após a abertura do inquérito e o interrogatório, o casal foi transferido para a Central de Polícia. Conforme Paulo Martins, por se tratar de um estupro de vulnerável, o crime é considerado hediondo, por isso o casal não teria direito a pagar fiança e permanece preso preventivamente.

A criança foi entregue ao pai natural e encaminhada para fazer exame de corpo de delito. Em seguida, ela será levada de volta para o Rio Grande do Norte.
Fonte: G1/PB


- Homem é preso por divulgação de pornografia infantil
Um homem de 59 anos, servidor público municipal, foi preso em flagrante na manhã da última sexta-feira, em Porto Alegre, por posse de imagens de pornografia envolvendo menores.

A investigação da Polícia Federal iniciou em 17 de maio deste ano, após denúncia encaminhada à Superintendência. Foram cumpridos dois mandados de busca e apreensão, um no local de trabalho do investigado e outro em sua residência, no bairro Glória. Foram apreendidos cinco CDs contendo imagens pornográficas que envolvem crianças e adolescentes, além de um HD que será encaminhado para perícia.

O preso foi levado à Superintendência da Polícia Federal, onde foi lavrado o flagrante pelo crime de posse de pornografia infantil. Como o crime é afiançável, após o pagamento da quantia arbitrada pela autoridade policial em 8 salários mínimos, o preso foi liberado. Caso fique comprovado que havia a divulgação ou disponibilização do material para outras pessoas, o réu poderá ser condenado a pena de 3 a 6 anos de reclusão e multa.
Fonte: Agência estado


- Jovens encontradas mortas são enterradas em Jacareí, SP
Adolescentes de 16 e 17 anos desapareceram nesta terça-feira (6).
Corpos tinham marca de tiros e sinais de espancamento.


Foram enterradas na manhã deste sábado (10) as duas jovens de Jacareí, no interior de São Paulo, localizadas mortas em Nazaré Paulista. Raíssa Tainara Rosa de Lima, de 17 anos, e Ana Carolina Salvador Custódio, de 16 anos, foram encontradas na Estrada do Divininho, às margens da Rodovia Dom Pedro I, por volta das 23h30 desta terça-feira (6).

No velório de Ana Carolina, a família afirmou não entender o motivo do crime. “Acabou um sonho, morreu um sonho”, disse Francisco Filho, tio da vítima. O enterro de Ana Carolina aconteceu em um cemitério no Centro de Jacareí. A mãe contou que a filha conheceu a amiga Raíssa este ano. A família de Raíssa não quis falar sobre o assassinato.

Ana Carolina e Raíssa saíram da escola em Jacareí por volta das 22h de terça-feira (6). Segundo testemunhas, elas entraram em um carro. Uma hora e meia depois, foram encontradas mortas em uma estrada na zona rural de Nazaré Paulista. Ana Carolina levou três tiros e a amiga foi atingida por sete disparos. Os corpos também tinham sinais de espancamento.

Como as duas estavam sem documentos, os corpos foram levados para o Instituto Médico-Legal (IML) de Bragança Paulista e só identificados nesta quinta-feira (8). O inquérito policial foi instaurado em Nazaré Paulista, mas vai contar com o apoio da Polícia Civil de Jacareí, que a partir desta segunda-feira (12) vai ouvir parentes e amigos das jovens.
Fonte: G1 SP, com informações do VNews
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário